Primeira Viagem Internacional – Dicas e Melhores Destinos

Querendo fazer a sua primeira viagem internacional? Então confira nesse post dicas indispensáveis para ter sucesso na sua aventura, além dos melhores destinos para sair do Brasil pela primeira vez!

Pensando em fazer sua primeira viagem internacional? Então confira esse post com dicas essenciais e os melhores destinos para viver essa aventura!

Já contei resumidamente aqui no blog, mas a minha primeira viagem internacional foi para a Disney em Orlando.

Na época, com 13 anos, eu mal falava inglês (aprendi depois com a febre de Crepúsculo), não fazia ideia de que perfume era algo caro e nem me passou pela cabeça pesquisar sobre para onde eu estava indo.

Foi divertido, claro, mas só deu certo porque eu estava com um grupo com guias mais experientes. Deixei de ir em vários brinquedos legais e minhas comprinhas foram mais de bichos de pelúcia que qualquer outra coisa.

Foi a partir da minha segunda viagem, momento em que eu já era mais velha e precisei me virar por conta própria, que realmente comecei a aprender os truques para viajar. E, apesar de algumas coisas parecerem óbvias agora, quando eu não tinha experiência tudo me causava dúvidas.

“Como eu não vou me perder? E se eu ficar doente? Mas como vou fazer para ter internet? Será que tô esquecendo de levar alguma coisa? O que eu vou fazer enquanto estiver lá?” Eram alguns dos meus questionamentos.

Se você ainda não fez uma viagem para fora do Brasil, tenho certeza que ainda tem algumas dessas dúvidas – e possivelmente muitas outras. Para te ajudar, criei esse post com dicas sobre o que você precisa saber para uma primeira viagem internacional!

E, se você está com vontade de ir mas ainda não sabe qual o melhor destino para essa aventura, no final do post ainda dei sugestões de lugares que recebem super bem os turistas e que não vão ser um grande choque cultural.

Dicas para uma primeira viagem internacional

Pesquise, pesquise e pesquise mais!

Pesquisar é fundamental para aproveitar ao máximo a sua viagem, seja ela no Brasil ou para fora.

Imagina chegar no seu destino e perder tempo tentando descobrir como funciona o transporte público ou quais são as melhores atrações? Grandes são as chances de que você deixe de fazer um passeio super legal só porque não ouviu falar dele.

Para viagens internacionais, no entanto, vale aprofundar ainda mais sua pesquisa para conhecer o seu país de destino. Leis e costumes são diferentes ao redor do mundo, por isso se informe sobre as diferenças em relação ao Brasil com antecedência, para não cometer nenhuma infração. Nos Estados Unidos, por exemplo, não pode beber na rua e a idade legal para consumir álcool é 21 anos.

Também é interessante saber quais gestos que podem ser mal interpretados, frases básicas do idioma local, e até os números de emergência, como polícia e ambulância.

Verifique a documentação necessária

Para países do Mercosul, brasileiros não precisam de passaporte, e podem viajar utilizando apenas a carteira de identidade. É preferível que esse documento tenha menos de 10 anos e uma foto que ainda pareça com você, pois do contrário pode ser que você não embarque (já li diversos relatos sobre).

É necessário ter um passaporte para visitar o resto do mundo, e você pode solicitar o seu no site da Polícia Federal. É só preencher o formulário com seus dados, pagar a taxa (atualmente custa R$257,25) e agendar o horário para levar seus documentos em um dos postos da PF. Costuma ficar pronto em menos de 10 dias!

Alguns países, além do passaporte, também exigem um visto, que é um documento que atesta você tem permissão para visitar o destino por um determinado período. É o caso de países como Estados Unidos, Canadá, Austrália, Japão… Para descobrir se você vai precisar de um visto, é só entrar no site da embaixada do país no Brasil e verificar os documentos necessários para fazer a viagem. Se for preciso um visto, o site vai te explicar como fazer para obtê-lo.

Por último, acesse também o site da ANVISA e verifique se é preciso alguma vacina específica para visitar o seu destino. A mais pedida para brasileiros costuma ser a de febre amarela, que é exigida por países como África do Sul, Austrália, Panamá e outros. Caso seja necessário, é só tomar a vacina no posto de saúde e depois providenciar o seu Certificado Internacional de Vacinação (CIVP).

Vai fazer a sua primeira viagem internacional? Então não esqueça de conferir sua documentação! Veja essa e outras dicas no post!

Faça um Seguro Viagem

Você pode até pensar que esse é um serviço desnecessário, mas não é bem assim.

Primeiro que alguns países, como os que ficam no espaço Schengen (Portugal, Espanha, França, Itália e outros), exigem que turistas brasileiros tenham um seguro viagem válido durante toda a viagem.

Segundo que, com um seguro viagem você conta com assistência médica e hospitalar em caso de qualquer emergência, para que você possa retomar seus planos rapidamente e continuar curtindo as suas férias.

Imagina ficar doente e não saber o que fazer? Ou pior, não ter dinheiro para pagar um hospital ou clínica? Um seguro vai te orientar nesses momentos, assim como cuidar da parte financeira para você.

Além disso, um seguro também te auxilia no caso de outros problemas, como extravio de bagagem e atraso ou cancelamento de voos. Dessa forma, você não depende apenas da boa vontade das companhias aéreas.

Nessa página você encontra as respostas para todas as suas dúvidas sobre seguro viagem e descobre onde encontrar um seguro de confiança pelo melhor preço (é mais barato do que você imagina).

Use o app do Google Maps

Se existe um “segredo” que todos os viajantes deveriam conhecer é o Google Maps. Com esse aplicativo você descobre como chegar em qualquer lugar utilizando transporte público, dirigindo ou até mesmo a pé.

E como usar isso a seu favor durante uma viagem? Simples, coloque no aplicativo o lugar onde você está e a próxima atração que deseja visitar, e ele vai te mostrar como chegar lá. Quer ir de ônibus? O Maps vai mostrar qual linha pegar, o ponto mais próximo, quando vai passar o próximo ônibus, quantas paradas são, onde descer e até mesmo o caminho a pé do ponto que você desceu até a atração. O mesmo para metrô e trens.

Uso em absolutamente todas as minhas viagens (muito mais que apps de tradução, por exemplo) e não consigo nem imaginar como as pessoas faziam para conhecer outras cidades antes dessa invenção, rs.

Aqui no blog tem um post completo explicando como usar o Google Maps para não se perder.

Compre um chip de celular

Muitas pessoas viajam sem comprar um chip, dependendo apenas de wifis públicos para conexão com a internet. No entanto, eu acho ter internet a todo momento fundamental, especialmente em uma primeira viagem internacional.

Primeiro porque você consegue usar o Google Maps em tempo real. A opção offline te permite baixar os mapas, mas não tem os horários de transporte público e trânsito ao vivo, então pode ser que você acabe pegando uma linha demorada, ou que fique esperando por um metrô que nem vai passar.

Além disso, você também consegue usar o Google para tirar qualquer dúvida, seja como falar uma frase no idioma local, até quanto custa uma atração, onde comer nos arredores, e até mesmo entrar em contato com o seguro através do app ou telefone caso aconteça alguma emergência.

Você pode tanto comprar um chip no seu destino quanto levar um do Brasil. A primeira opção costuma ser a mais barata, e diversos países já possuem planos feitos para turistas, que incluem vários gigas de internet e poucos minutos de telefone. É o melhor custo-benefício, mas também pode ser que você não fale a língua local e não consiga se comunicar para fazer a compra, ou que não encontre um quiosque aberto para comprar o chip na sua chegada.

Caso queira ter certeza que vai estar conectado, minha sugestão é comprar o Chip Viagem da Yes Brasil. Existem planos para diversos destinos, e você recebe o simcard em casa no Brasil, antes mesmo de embarcar. No dia de pegar o avião, o chip é ativado, e você já chega no outro país com internet funcionando! Super prático, né?

Vai fazer uma primeira viagem internacional? Então compre um chip e mantenha-se conectado o tempo inteiro! Essa é a melhor maneira de usar o Google Maps e outros apps. Confira outras dicas para sua primeira viagem nesse post!

Cuidado com seu dinheiro

Aqui eu acho que valem duas recomendações: nunca deixe toda a sua grana em um lugar só, e leve dinheiro de pelo menos duas maneiras diferentes.

É comum ouvir de viajantes mais experientes “dinheiro sempre comigo na doleira, nunca sai do corpo”. Realmente, a doleira é uma ótima opção, mas pode acontecer sim de você ser furtado ou perdê-la durante a viagem (já vi acontecer). Dessa forma, separe pelo menos um pouco do seu dinheiro e deixe escondido na mala, para ter uma reserva em qualquer emergência. Vale esconder dentro das meias, no pacotinho de absorvente ou até mesmo no kit de maquiagem.

Da mesma maneira, não recomendo levar tudo em espécie. Além de furtos, existem lugares – especialmente atrações turísticas mais modernas – que só aceitam cartões. Caso não queira levar um cartão de crédito devido as taxas de IOF e cotações altas, vale a pena fazer um travel money em casas de câmbio como a Confidence ou até mesmo pedir um para seu o banco. O normal é que você ganhe um cartão principal e um reserva, o qual você também pode deixa escondido na mala e usar apenas caso perca o primeiro.

Aqui no blog tem um post sobre as maneiras de levar dinheiro em viagem, com vantagens e desvantagens de cada uma delas.

Faça uma mala inteligente

Inicialmente esse tópico seria algo como “faça uma mala leve, você não precisa levar 15 blusas para uma viagem de 15 dias“, mas conclui que esse é o tipo de coisa que se aprende viajando. Na minha primeira viagem internacional levei uma mala de 23kgs e voltei com duas (oi, comprinhas!), mas atualmente uma mala de mão é mais que o suficiente e até mesmo sobra espaço.

Uma coisa que você não pode deixar de fazer, no entanto, é uma mala inteligente. Além de roupas em camadas e que combinam entre si, não esqueça desses dois acessórios feitos para facilitar a vida dos viajantes:

  • Adaptador de tomada universal: grandes são as chances de que seu destino use um padrão de tomada diferente do brasileiro. Com esse adaptador universal, você vai estar preparado para qualquer tipo de tomada, e os mais modernos também possuem entradas USB.
  • Bateria extra: é usar o celular para fotos, para fazer pesquisas no Google, compartilhar stories no Instagram, Google Maps… a bateria acaba rapidinho. Leve uma bateria extra para que seu smartphone não morra ao longo do dia, e não esqueça de carregá-la todas as noites.

Aqui no blog tem posts com dicas sobre o que levar na mala e sobre 11 acessórios legais para levar em viagens.

Destinos para uma primeira viagem internacional

A lista a seguir reúne o que eu considero os melhores destinos para uma primeira viagem internacional.

Meus escolhidos são países que estão acostumados a receber turistas brasileiros, que não ficam muito longe e cujas culturas são próximas a nossa, para que você não tenha um choque muito grande ao conhecer o local. Também escolhi lugares em que você consegue se locomover com facilidade e, no geral, também é tranquilo de se comunicar, mesmo que você não saiba o idioma fluentemente.

Além disso, como surgem muitas dúvidas em uma primeira viagem, selecionei destinos populares com muito conteúdo disponível na internet, para que você consiga encontrar várias dicas e se preparar ao máximo!

Buenos Aires, Argentina

A capital da Argentina é a escolha de muitas brasileiros para uma primeira viagem internacional, e não é por acaso: fica perto do Brasil, os voos para lá não são muito caros, e tem muito conteúdo na internet para você montar seu roteiro por conta própria e tirar todas as dúvidas antes de embarcar.

É uma opção legal pois é uma cidade grande cheia de programas culturais e de entretenimento, e você consegue curtir museus e festas no mesmo bairro. A comida não é muito diferente da que estamos acostumados, e é super fácil usar o metrô para conhecer a região.

Apesar do idioma oficial ser espanhol, existem muitos brasileiros morando por lá e não é difícil encontrar quem fale português caso você precise de ajuda.

Uma das primeiras viagens internacionais que fiz foi para Buenos Aires, na Argentina! Confira uma lista com outros destinos para conhecer na sua primeira vez fora do Brasil nesse post!
Rosedal em Buenos Aires

San Andrés, Colômbia

Se você gosta de praias paradisíacas, pode se deliciar conhecendo o Caribe na sua primeira aventura fora do Brasil. San Andrés, na Colômbia, é uma pequena ilha que está super popular recentemente, e durante o ano é fácil encontrar passagens em promoções saindo de São Paulo ou Rio de Janeiro.

É um bom destino pois não é muito grande, e em sete dias você consegue aproveitar o melhor que a região tem a oferecer e ainda relaxar. Além das atrações da ilha, também existem vários pontos interessantes ao redor, e aí é só contratar um passeio com as agências de turismo locais.

É um dos lugares mais acessíveis no Caribe, e como está super em alta vários blogs possuem posts completos com dicas e ideias de roteiro!

Portugal

Um dos melhores destinos para uma primeira viagem internacional, já que a língua oficial é o português, e tudo parece mais fácil no nosso próprio idioma.

Além disso, Portugal é um dos países populares mais baratos da Europa, e você consegue comer bem e conhecer várias atrações sem gastar muito. Como fica no litoral,  em uma mesma viagem você consegue curtir cidades maiores cheias de museus, assim como praias que parecem saídas de um cartão postal, como as que ficam no Algarve.

As principais cidades são Lisboa e Porto, e se alugar um carro você consegue fazer uma roadtrip passando pelos pontos mais populares do país em apenas duas semanas.

Portugal é um dos melhores destinos para uma primeira viagem internacional! Descubra outros lugares para viver essa aventura nesse post!
Praia de Carcavelos, perto de Lisboa

Nova York, Estados Unidos

Além de pesquisar o que fazer na cidade, a única coisa que você precisa aprender em Nova York é como usar o metrô. Com o app do Google Maps e esse sistema de transporte público, você consegue chegar em qualquer lugar e aproveitar a grande maçã ao máximo.

Apesar da língua oficial ser inglês, existem muitos brasileiros morando por lá e os lojistas estão acostumados (e até gostam) do nosso povo. Também existe uma grande parcela de pessoas que falam espanhol, então dá para arriscar um portunhol caso você não consiga se comunicar.

A cidade que nunca dorme foi um dos primeiros destinos que eu visitei e considero o lugar ideal para todo tipo de viagem: primeira vez, em grupo, em família, casal, sozinha… Tem muita coisa para fazer, lojas, restaurantes, parques, eventos e você só para se quiser. Além disso existe muita informação na internet, o que torna a aventura ainda mais fácil!

Aqui no blog tem vários posts sobre Nova York, inclusive um mini curso ensinando todos os passos para planejar uma viagem para NYC!

Chile

Outro país que recentemente ficou ainda popular entre os brasileiros, devido à suas atrações para todos os tipos de turistas.

Prefere cidades grandes? Conheça Santiago e se delicie com a atmosfera, vinícolas e passeios próximos como Cajón del Maipo. Gosta de ficar ao ar livre? Que tal conhecer o Deserto do Atacama, com suas paisagens de tirar o fôlego? Inverno? Aproveite para conhecer as estações de esqui!

Não é o destino mais barato, nem o mais fácil de se locomover ou de entender o espanhol. Mesmo assim, tem muito conteúdo na internet e atrações incríveis, tornando essa uma viagem muito escolhida por quem quer viver uma aventura fora do país pela primeira vez.

Procurando por um destino para fazer sua primeira viagem internacional? Que tal ir para o Chile? Veja dicas e outros lugares legais para ter essa aventura nesse post!
Cajón del Maipo, passeio pertinho de Santiago do Chile

Orlando, Estados Unidos

Talvez uma das viagens mais fáceis para planejar, pois o que não faltam são especialistas no assunto dando dicas online. Além disso, como é uma viagem que se resume a parques temáticos e compras, é super tranquilo para montar o roteiro.

Resumidamente você tira o passaporte, visto, compra as passagens, reserva hospedagem e carro, compra os ingressos para os parques e pronto, só ir e se divertir. Quando quiser descansar, é só ir a algum outlet ou shopping em vez de parques ou aproveitar a piscina do hotel.

É uma viagem inesquecível, mágica e o sonho de muitos brasileiros, por isso não é difícil encontrar quem foi para Orlando na sua primeira viagem internacional (tipo eu!).

Aqui no blog tem inúmeros posts sobre a região, com dicas de quanto custa viajar para a Disney, como planejar essa viagem (com dicas de hotéis e passagens) e até um roteiro de 7, 10 ou 15 dias.

Espanha

Outro país dos mais baratos na Europa, com ótima gastronomia, grandes cidades, praias e até mesmo ilhas paradisíacas, como Maiorca e Ibiza.

São vários fatores que tornam o país um ótimo destino para quem está começando essa vida de viagens: fácil de se deslocar de trem ou carro entre as cidades, o espanhol é fácil de compreende e o custo para passar alguns dias não é alto.

Se estiver planejando começar com um mochilão ou tiver duas semanas ou mais para passear, uma boa ideia é juntar Portugal e Espanha na mesma viagem.

A Espanha é um ótimo país para visitar na sua primeira viagem internacional! Descubra outros destinos e dicas nesse post!
Pella Valenciana em Valencia, na Espanha

Primeira viagem internacional – Dicas e melhores destinos

E aqui estão todas as dicas e os melhores destinos para a sua primeira viagem internacional. Espero ter tirado todas as dúvidas e dado algumas ideias legais.

Já fez sua primeira viagem? Conta como foi nos comentários! :)

Gostou desse post? Salve no Pinterest para ler depois!

Vai fazer sua primeira viagem internacional? Então descubra onde ir, o que levar, aplicativos úteis e muito mais! Dicas essenciais e melhores destinos para viver essa aventura! #viageminternacional #primeiraviagem #viagem #dicasdeviagem

Alguns links nesse post são afiliados.

Deixe uma resposta

Fechar Menu