Rota Panorâmica na África do Sul – Melhores atrações e roteiro

A Rota Panorâmica na África do Sul é uma parada imperdível para quem vai visitar o país! Veja todas as dicas para aproveitar uma das rotas mais bonitas da região nesse post!

Veja as melhores dicas da rota panorâmica na África do Sul nesse post! Dicas para conhecer Blyde River Canyon e as melhores atrações na região!

Se você está planejando uma viagem para a África do Sul, pode ser que seus planos incluam os seguintes lugares: Cidade do Cabo, Joanesburgo e um safári em algum lugar. O roteiro clássico pelo país.

Dessa vez, no entanto, quero falar sobre uma região imperdível que muitos turistas apenas “passam rapidinho no caminho“: a Rota Panorâmica de Blyde River Canyon.

Como já mencionei em outros posts, eu não tinha certeza do que esperar de uma viagem para a África do Sul. Antes de começar a pesquisar, imaginei também que faria os programas clássicos – grandes cidades e ver os animais –, mas nada muito além disso.

Por sorte, minha amiga já estava na região há alguns meses, e conhecia diversas pessoas que já tinham explorado outros pontos fora da rota tradicional. Ela insistiu para que incluíssimos nos nossos planos duas noites em Blyde River Canyon, e eu, que não sabia de nada, concordei sem pensar duas vezes no assunto.

Foi uma das melhores decisões da viagem! Desinformada que só, eu imaginei que iríamos ver um canyon ou fazer uma trilha ou outra, enquanto na verdade nos deparamos com uma rota panorâmica de tirar o fôlego, com inúmeras atrações pelo caminho. Cachoeiras, cavernas e, claro, uma vista espetacular do terceiro maior canyon do mundo, fazem com que essa pequena área do país seja uma estrada impressionante.

Caso você esteja montando seu roteiro e tenha dúvidas sobre incluir a região de Blyde River Canyon, eu mais do que recomendo passar um ou dois dias na região. Para te ajudar com essa parte do planejamento, escrevi esse post com tudo o que você precisa saber sobre a Rota Panorâmica na África do Sul – desde que cidade escolher como base, melhores atrações ao longo do caminho, restaurantes e até um roteiro para que você não perca muito tempo.

Dicas para visitar a Rota Panorâmica da África do Sul

Como chegar

A Rota Panorâmica faz parte da estrada R532, na região da Blyde River Canyon Nature Reserve.

Como ela fica no caminho entre Joanesburgo e o Kruger National Park, a melhor maneira de incluí-la no seu roteiro é quando estiver indo ou voltando do seu safári, caso vá fazê-lo no Kruger.

  • Se estiver indo de Joanesburgo para o parque, o ideal é parar em Graskop ou Sabie, as duas maiores cidades da rota, se hospedar por lá, passar um dia explorando as atrações e no dia seguinte seguir para o safári.
  • Caso Joanesburgo seja a sua parada depois do Kruger, sugiro fazer o safári primeiro e, no dia de saída, dirigir até uma das cidades mencionadas e passar a noite lá. Dirija pela rota e conheça os pontos mais legais no dia seguinte, volte para sua hospedagem para dormir e, de manhã cedo, faça o trajeto até Joburg.

A melhor maneira de conhecer a Rota Panorâmica é alugar um carro e fazer o percurso no seu próprio tempo. O que nós fizemos foi usar o mesmo veículo durante essa parte de viagem, assim dirigimos com ele pelo Kruger e até Joanesburgo, parando em Blyde River Canyon.

Para alugar, eu recomendo usar a Rentcars, empresa parceira do blog que trabalha com as principais locadoras do mercado. O mais legal é que a Rentcars oferece uma garantia de melhor preço, além de permitir que brasileiros paguem em real (ou seja, sem taxas de IOF) e parcelado! Para fazer uma cotação e alugar seu carro é só clicar nesse link!

Caso não vá dirigir, as maiores cidades da rota são voltadas para o turismo, por isso é possível encontrar diversas excursões para conhecer os arredores de Blyde River Canyon. Esse da Get Your Guide, por exemplo, sai de Hazyview e inclui os meus pontos favoritos do percurso!

Lisbon Falls, uma das cachoeiras ao longo da Rota Panorâmica da África do Sul! Veja outras atrações incríveis da região nesse post!
Lisbon Falls

Quanto tempo ficar

Um dia é o suficiente para conhecer as principais atrações da Rota Panorâmica na África do Sul. Minha sugestão é chegar na região no final do dia, dormir em uma das cidades e passar o dia seguinte inteiro dirigindo entre as melhores paradas.

Passe a noite em Graskop ou Sabie – você já vai passar o dia dirigindo, não vale a pena seguir para outro lugar – e no dia seguinte siga em direção ao Kruger ou a Joanesburgo, dependendo do seu itinerário.

Lembrando que aqui no blog tem um roteiro completo de 15 dias pela África do Sul!

Onde se hospedar na Rota Panorâmica na África do Sul

Oficialmente, seis cidades fazem parte da Rota Panorâmica de Blyde River Canyon, mas eu recomendo que você se hospede em uma das duas maiores: Sabie ou Graskop. Além de próximos da R532, nesses locais existem diversos hotéis e infra-estrutura para receber turistas, inclusive mercados e restaurantes.

Sugestões de hospedagem:

  • The Sabie Town House Guest Lodge: Em Sabie, essa casa de hóspedes tem piscina, estacionamento gratuito, sala de jogos, café da manhã incluído e até mesmo um bar no local. Perfeito para quem quer curtir os arredores e ainda relaxar! Nota no Booking: Soberbo 9,3.
  • Rustique: Como o nome já indica, essa acomodação em Graskop tem decoração no estilo rústica, e é um ótimo custo-benefício com ótimo preço e localização. Wifi e estacionamento são oferecidas de forma gratuita, e todos os quartos possuem uma vista incrível. Nota no Booking: Soberbo 9,1.

Eu me hospedei em Graskop e gostei bastante. A única desvantagem é que usando a cidade como ponto de partida, Mac Mac Pools fica na direção contrária do resto das atrações, fazendo com que você tenha que “ir e voltar” ao longo da rota.

Melhores atrações da Rota Panorâmica na África do Sul

Com inúmeras cachoeiras, vistas panorâmicas, lugares históricos e outros pontos turísticos, é inviável visitar todas as atrações em um só dia. Dessa forma, selecionei algumas das melhores para você incluir no seu roteiro.

God’s Window

Um dos pontos turísticos mais famosos, pois tem uma vista panorâmica incrível e que permite ver até a fronteira com o Moçambique em dias claros e ensolarados. É uma das maiores atrações, já que existem diversos pontos de observação e uma trilha (de baixa dificuldade e bem sinalizada) ligando todos eles.

A entrada custa ZAR17 e no estacionamento existe uma feirinha com vários produtos de artesanato local. O preço, para minha surpresa, é muito mais baixo que nas grandes cidades, mesmo sendo um local muito visitado.

A vista de God's Window, uma das principais atrações da Rota Panorâmica na África do Sul! Veja tudo sobre esse passeio no post!
Vista de um dos observatórios de God’s Window

Mac-Mac Pools

Uma das minhas paradas favoritas, pois é o único local onde você realmente pode entrar na água, em vez de só observar de longe. A região possui um gramado extenso para piqueniques, banheiros e, claro, inúmeras piscinas naturais para se refrescar em dias mais quentes.

A entrada custa ZAR20, um preço justo na minha opinião, já que você tem acesso a toda a infraestrutura.

Lisbon Falls

Como mencionei, a rota panorâmica na África do Sul possui inúmeras cachoeiras, e minha sugestão é que você visite ou Lisbon Falls ou Berlin Falls. As duas ficam próximas uma da outra e são um ótimo cenário, mas nada muito além disso. Você não pode entrar na água, apenas observar de longe.

A entrada custa ZAR10, e no caso da Lisbon Falls o local tem apenas um estacionamento e outra feira de artesanato local.

Bourke’s Luck Potholes

Os Potholes são um fenômeno natural causado pela junção dos rios Treur e Blyde. Resumidamente, a força desses dois rios batendo continuamente nas rochas causou esses buracos, que podem ser vistos pelos turistas através de plataformas de observação. É o favorito de muitos que fazem a rota panorâmica, pois é um cenário bem diferente.

A entrada custa ZAR55, um dos preços mais caros da rota, mas compensa devido ao tamanho da infraestrutura local, com banheiros e restaurantes.

Echo Caves

Talvez a atração mais diferente, já que envolve entrar em cavernas escuras com formações rochosas que causam o fenômeno do eco. É a atração mais ao norte da rota e, apesar de ser interessante, seria a que eu pularia caso não houvesse tempo para ver todas as atrações dessa lista.

A entrada custa ZAR60 por pessoa, mas inclui um tour guiado de 45 minutos onde você aprende a história das cavernas, que eram usadas pelos povos antigos.

Three Rondavels

Outra das minhas paradas favoritas, e o local com a vista mais bonita entre todas as atrações que visitei. O atrativo principal é a possibilidade de observar as três montanhas com topo arredondado que podem ser vistas dos pontos de observação – por isso o nome do local – mas também achei um dos melhores lugares para ver o Blyde River Canyon no geral.

A entrada custa ZAR30, e minha sugestão é ir no final do dia para que o sol forte não atrapalhe o cenário e as fotos (só fique atento ao horário de funcionamento).

As Three Rondavels são uma das atrações mais impressionantes da Rota Panorâmica da África do Sul! Veja tudo sobre esse passeio imperdível no post!
As Three Rondavels

Roteiro pela Rota Panorâmica na África do Sul

Para facilitar, montei um roteiro de um dia passando pelas melhores atrações da rota panorâmica. Como já mencionei, minha sugestão é chegar de noite na região e fazer o percurso no dia seguinte.

Se estiver em Graskop, comece o dia tomando café no Harrie’s Pancakes, restaurante super tradicional e com ótimas panquecas e pratos para a primeira refeição do dia. Pedi uma doce e estava deliciosa!

Em seguida, dirija pela R532 até Mac Mac Pools e aproveite uma parte da manhã nas piscinas naturais. Não esqueça de passar protetor solar e levar roupa de banho e toalhas! De lá, siga até God’s Window e faça a trilha para ver algumas das melhores vistas da região.

Depois de nadar e fazer uma boa caminhada, você provavelmente vai estar com fome. Antes de almoçar, no entanto, minha sugestão é passar na Lisbon Falls ou Berlin Falls, já que elas ficam no caminho para o Bourke’s Luck Potholes.

Depois de tirar algumas fotos e apreciar as cachoeiras, é hora de parar para comer! É preciso dirigir quase meia hora até chegar no Bourke’s Luck Potholes, por isso minha recomendação é parar no meio do caminho no Potluck Boskombuis, que tem uma vista excelente. O The Chubby Pig também é uma opção popular que fica no meio do caminho.

Depois de comer, vá até o Bourke’s Luck Potholes e veja como a força do rio moldou as rochas da região ao longo dos anos. Como o parque é grande, reserve pelo menos uma hora para garantir que vai conseguir ver os melhores pontos e descansar um pouco.

As Mac Mac Pools são uma das atrações mais legais ao longo da Rota Panorâmica da África do Sul! Descubra o que fazer na região nesse post!
Uma das piscinas naturais em Mac Mac Pools

Em seguida estão os dois pontos finais, as Three Rondavels e as Echo Caves. A sugestão seria dirigir em torno de 40 minutos até as cavernas, fazer o tour guiado de 45 minutos e, então, começar a fazer o caminho de volta para Graskop parando nas Three Rondavels antes de ir embora.

É preciso ter cuidado, porém, pois a entrada das Three Rondavels fechas às 17 horas. Sugiro calcular se você vai ter tempo de ir até as cavernas, fazer o tour e voltar antes das visitações encerrarem. Se não tiver certeza sobre o horário, minha sugestão é visitar apenas as Three Rondavels e apreciar a vista de tirar o fôlego das montanhas e do terceiro maior canyon do mundo!

Resumo do roteiro em ordem:

Roteiro
Café da manhã no Harrie’s Pancakes em Graskop
Mac Mac Pools
God’s Window
Lisbon Falls ou Berlin Falls
Almoço no Potluck Boskombuis ou The Chubby Pig
Bourke’s Luck Potholes
Echo Caves (se der tempo)
Three Rondavels

Essas foram todas as dicas para visitar a rota panorâmica na África do Sul! Foi um dos meus momentos favoritos da viagem, e se você tiver tempo eu mais do que recomendo incluir esse passeio no seu roteiro!

Ficou com alguma dúvida? Acha que faltou alguma atração no roteiro? Me conta nos comentários!

Gostou desse post? Salve no Pinterest para ler depois!

A Rota Panorâmica na África do Sul precisa fazer parte do seu roteiro pelo país! Veja as principais atrações da região e como conhecer Blyde River Canyon um dia nesse post! #rotapanoramica #blyderivercanyon #africadosul #africa #viagem #roadtrip

Alguns links nesse post são afiliados.

Deixe uma resposta

Fechar Menu