O que fazer em Florianópolis – Roteiro de 2 dias na ilha da magia

Não é a toa que Florianópolis é uma das capitais que mais atrai turistas no Brasil.

Com 42 praias, cenários paradisíacos, trilhas, ótimos restaurantes e baladas, a cidade é perfeita para quem quer relaxar e se divertir. Além disso, com tantas opções de entretenimento, é fácil encontrar atividades para todos os tipos de viajantes, tornando esse um ótimo destino para viagens em família, amigos, casal ou até mesmo sozinho.

Outro ponto positivo é que a ilha da magia não é muito grande, e em poucos dias você consegue conhecer os principais pontos turísticos. Assim, se você está procurando uma aventura para um final de semana ou para um feriado prolongado, a cidade é uma opção super legal.

E essa não é apenas uma impressão de quem visitou uma vez não, viu? Eu morei na ilha por 25 anos, e apesar de reconhecer que existem sim vários outros lugares interessantes, em dois dias consigo mostrar os meus favoritos para os amigos que vem de fora.

E, como eu já levo meus conhecidos para fazer esse tour sempre que eles me visitam, nada melhor que compartilhar com você e os outros leitores do blog, né?

Aqui está o meu roteiro favorito, com as minhas melhores dicas sobre o que fazer em Florianópolis. Inclui as melhores e mais famosas praias, restaurantes, bares, baladas, mirantes e outras atrações. Tudo isso para você voltar para casa com a certeza de que conheceu alguns dos lugares mais legais da ilha. ;)

Tem mais tempo na cidade? Então dá uma olhada no final do post que eu inclui outros passeios legais.

Como se locomover em Florianópolis

A melhor opção para se locomover em Florianópolis é alugar um carro.

O sistema de transporte público na ilha até consegue chegar na maioria dos lugares, porém com rotas longas e demoradas. Em alta temporada, quando o trânsito é caótico e os engarrafamentos duram horas, qualquer minuto que você conseguir economizar já é uma vantagem. Imagina chegar em Floripa e perder uma manhã preso no trânsito só porque o ônibus se atrasou?

Com um veículo próprio você pode começar o dia cedo, fugir das multidões e evitar o trânsito, além de ser mais fácil ir de uma atração a outra.

Quando eu era mais nova e ainda não tinha carteira de motorista, minhas amigas e eu precisávamos escolher apenas uma praia para passar o dia, pois de ônibus o tempo para ir de uma praia para a outra era de horas. Isso quando não era preciso primeiro pegar um ônibus para um terminal, e aí outro para uma segunda praia. Inviável quando só se vai poucos dias na cidade, né?

De carro, no entanto, dá para visitar três ou até mais pontos em uma tarde! Quando meus amigos de outros estados foram me visitar, por exemplo, eu fazia o roteiro desse post dirigindo e às vezes até sobrava tempo para curtir mais em algumas praias.

Alugando um carro você:

  • Tem liberdade para começar o dia cedo e ir embora de cada local quando quiser, sem se preocupar com horários de ônibus;
  • Pode ir para atrações que ficam mais longe, sem se preocupar em quanto vai ter que andar caso o ponto fique longe;
  • Consegue visitar um número maior de pontos turísticos e atrações.

Para alugar seu carro e ainda economizar ao máximo, faça sua reserva com a Rentcars. A empresa é parceira do blog e trabalha com as melhores locadoras do mundo, além de oferecer parcelamento, condições exclusivas e até garantia de melhor preço.

Não sabe ou não quer dirigir?

Tudo bem, é só reduzir um pouco o roteiro para não passar tanto tempo no trânsito. No final de cada dia coloquei um itinerário reduzido para que você aproveite ao máximo sua estadia na cidade mesmo sem um carro.

Onde se hospedar em Florianópolis

Se você fosse passar dias na ilha e quisesse apenas relaxar a aproveitar o mar, eu recomendaria se hospedar em uma das praias. Como nesse caso a situação é outra e você quer conhecer vários locais em pouco tempo, minha sugestão é se hospedar no centro da cidade. Dessa forma você tem fácil acesso ao sul, norte e leste de Floripa.

Os melhores hotéis na região são:

  • Majestic Palace Hotel: Imagina você no hotel mais conhecido de Florianópolis? O Majestic tem localização privilegiada, do lado de um dos principais shoppings e com vista para a Beira-mar. A propriedade conta com Wifi grátis, estacionamento, spa, restaurante com jantar à la carte e piscina ao ar livre com uma vista sensacional. Nota no Booking: 8,6.
  • Ibis Florianópolis: Próximo da Beira-mar, do Mercado Público, da famosa ponte Hercílio Luz e do terminal de ônibus, essa rede de hotéis é perfeita caso você queira economizar mas ainda manter um certo conforto. Nota no Booking: 8,0.

Vai sem companhia e quer fazer amigos, ou quer economizar ao máximo? Então faça uma reserva no Floripa Hostel, que fica praticamente na mesma rua do Ibis e tem um supermercado super perto.

Vai passar vários dias na ilha e quer ficar mais perto da praia? Então confira esse post com dicas dos melhores bairros e hotéis para se hospedar em Florianópolis.

O que fazer em Florianópolis – Roteiro de final de semana ou feriado

Dia 1 – Norte da Ilha e Santa Monica

Para começar o dia, pegue a SC-401 sentido norte da ilha. Essa costuma ser a região favorita dos turistas, pois tem um acesso mais fácil (se comparado ao sul) e algumas das praias mais famosas, como Jurerê e Canasvieiras.

No meio do caminho faça uma parada no Padeiro de Sevilha do shopping Casa e Design. Essa padaria é super conhecida entre os locais e um ótimo local para tomar café da manhã. Não deixe de experimentar os mini pães de queijo!

Depois disso, siga rumo a Jurerê e dê uma volta na parte internacional do bairro para ver as casas enormes e luxuosas. Se estiver fora de temporada, recomendo fazer o caminho até a Praia do Forte de carro (a entrada fica do lado do beach club P12), e curtir um pouco por lá já que o mar é super calmo e não costuma ficar cheio.

O caminho até lá, no entanto, é bem íngreme e praticamente mão única, o que causa grandes congestionamentos no verão. Se sua viagem for nessa estação, faça o caminho até a Praia do Forte a pé ou vá direto para as areias de Jurerê. Lembrando que essa é a praia mais visitada da ilha, e que ela costuma encher tanto de turistas quanto de locais. Se quiser um canto mais sossegado, fique mais perto do P12.

Na hora do almoço, visite o Open Shopping – centro de lojas a céu aberto – e aproveite para almoçar no Café Cultura. Caso queira uma refeição estilo buffet, as minhas favoritas são o Estação 261 no posto de gasolina (juro que a comida é maravilhosa) e o Ponto no Jurerê Sport Club.

Se estiver de ônibus, minha sugestão é aproveitar Jurerê pelo até o meio da tarde. De carro, siga para Canasvieiras através do caminho de Canasjurê, dê uma volta pelo bairro e vá em direção a Praia Brava. O local é lindo, muito frequentado pelos jovens da ilha, e tem até uma pequena trilha que permite que você veja o cenário do alto.

Praia Brava. Descubra o que fazer em Florianópolis em um final de semana ou feriado com o roteiro desse post!
Brava – vista da trilha a esquerda da praia.

No final da tarde, pegue o sentido inverso da SC-401 e pare em Santo Antônio de Lisboa para assistir ao pôr do sol. Esse bairro tem resquícios da colonização portuguesa e você pode encontrar padarias vendendo comidas típicas, artesanato e ótimos restaurantes. Recomendo só fazer um lanche caso esteja com fome e encontrar um bom local na areia para ver o sol se pôr, já que das sugestões sobre o que fazer em Florianópolis, essa é uma das mais populares!

Depois disso, passe no hotel para tomar um banho e descanse até a hora de jantar. Minha sugestão é conhecer a Soul Brothers Hamburgueria, que serve hambúrgueres gourmet dentro de um posto de gasolina. A experiência é super diferente, mas garanto que a comida é maravilhosa e tem ótimo preço. Se quiser sair para beber depois, atrás do posto tem o Meu Escritório, bar baratinho super frequentado pelos universitários. Se quiser algo mais chique, o Rabodigalo também fica próximo e tem ótimos drinks.

Resumo do dia:

  • Café da manhã no Padeiro de Sevilha da SC-401
  • Praia do Forte
  • Praia de Jurerê
  • Almoço em Jurerê (Café Cultura, Estação 261 ou Ponto)
  • Dirigir por Canasvieiras
  • Praia Brava
  • Pôr do Sol em Santo Antônio de Lisboa
  • Soul Brothers
  • Meu Escritório ou Rabodigalo

(Em negrito está o roteiro para fazer de transporte público.)

Descubra o que fazer em Florianópolis nesse post! Roteiro para 2 dias na cidade, perfeito para finais de semana ou feriados!
Pôr do sol em Santo Antônio de Lisboa.

Dia 2 – Sul da ilha, Lagoa da Conceição e Via Gastronômica de Coqueiros

Agora que você já conhece o norte da ilha, é hora de conhecer o sul, onde ficam as praias mais bonitas, e o leste, onde fica a Lagoa da Conceição.

Comece o dia pegando a SC-405 em direção ao sul. Esse caminho foi extremamente mal planejado quando foi feito, então a pista reversível está sempre para o sentido menos conveniente, vários trechos são apenas uma pista e no verão depois das 9 da manhã é quase impossível vencer o trânsito. Saia de casa CEDO!

Vá em direção ao Campeche e, quando chegar na Avenida Pequeno Príncipe, pare para fazer o café da manhã no Mercado Sehat, local de orgânicos que também serve pratos tailandeses nas outras refeições. Em seguida, siga para a Praia do Campeche e passe a manhã por lá aproveitando o mar.

Descubra o que fazer em Florianópolis nesse post! Dicas das melhores praias, passeios, restaurantes e mais para conhecer em um final de semana ou feriado!
Praia do Campeche.

No horário do almoço, siga para a Lagoa da Conceição através da SC-406. A lagoa é enorme, com várias praias perto e vários restaurantes e lojinhas no centrinho. Antes de chegar lá, no entanto, recomendo parar no Boka’s (restaurante super tradicional) e pedir uma porção de camarão a milanesa. Para duas pessoas, ¼ de porção dá e sobra.

De tarde você pode aproveitar qualquer uma das praias da região – Mole, Joaquina ou Galheta, essa última de nudismo. Pessoalmente eu prefiro a Joaquina, onde também é possível brincar nas dunas de areia, tirar ótimas fotos nas pedras em uma das pontas da praia e o mar é agitado mas nem tanto. Na Mole as ondas são maiores e o mar está cheio de surfistas, e a Galheta não faz muito meu estilo, rs.

No final da tarde dirija até o Mirante da Praia Mole para ter uma visão espetacular da ilha, e então conheça o centrinho da lagoa.

A Lagoa da Conceição tem ótimos bares e restaurantes, então se você estiver hospedado por perto, pode apenas tomar um banho e comer por lá mesmo. Recomendo o Sabor Perú, com comida peruana, e um drink no Books & Beers para fechar a noite.

Caso esteja hospedado no centro, minha sugestão é terminar a noite na Via Gastronômica de Coqueiros, do outro lado da ponte. Sim, muitas pessoas não sabem mas essa parte do continente também pertence a Florianópolis! Para jantar aposte no Moochacho, restaurante de burritos com opção californiana (batata frita dentro do burrito!!!) ou no Maria Coxinha, bar de coxinhas com vários sabores diferentes. Para encerrar a noite, tome uma das ótimas caipirinhas do Boteco Zé Mané.

Resumo do dia:

  • Café da manhã no Mercado Sehat;
  • Praia do Campeche;
  • Almoço no Boka’s da Lagoa da Conceição;
  • Praia da Joaquina
  • Mirante da Praia Mole
  • Centrinho da Lagoa
  • Jantar na Lagoa ou na Via Gastronômica de Coqueiros

(Em negrito está o roteiro para fazer de transporte público.)

Descubra o que fazer em Florianópolis nesse post! Dicas dos melhores restaurantes, praias, passeios e mais!
Eu até poderia colocar foto de outra praia… Mas olha esse prato do Boka’s!!!

Vai chegar na cidade sexta a noite?

Então já comece a aproveitar! Jante no Mercado Público no centro e, se quiser uma bebida para encerrar a noite, você pode tanto pedir uma cervejinha nos boxes por ali mesmo ou ir até os bares da Victor Meirelles, como o No Class ou o Madalena Bar. Nesses últimos, o pessoal costuma pegar as bebidas e ficar na rua mesmo.

Vai embora na segunda depois do almoço?

Então aproveite para conhecer a Beira-mar Norte, onde os moradores costumam caminhar ou andar de bicicleta. A cidade tem Yellow e Grin, então você pode usar seu celular para alugar uma bike ou patinete elétrico.

Depois disso, dirija-se a Praça XV no centro da cidade, para ver a famosa figueira, árvore centenária que encontra-se no local desde 1891. De lá, siga para o Mercado Público e almoce em um dos boxes – eu costumo ficar no 06, mas o mais famoso é o 32.

Mais tempo na cidade e não sabe o que fazer em Florianópolis?

Se for passar mais alguns dias em Floripa, minha sugestão é conhecer outras praias. As melhores da ilha você encontra nesse post do blog, mas também vale a pena fazer uma visita nas que ficam no continente. Se quiser uma sugestões, recomendo ler os posts do blog Viciada em Viajar sobre como é a Guarda do Embaú, e o do Mapa na Mão sobre o que fazer em Bombinhas!

Você também pode fazer trilhas, como a da Lagoinha do Leste (super famosa e ótima para fotos) ou a do Gravatá, que é bem mais fácil. Outro passeio super legal é conhecer a ilha do Campeche, que pode ser vista quando você está na praia de mesmo nome. Vários barcos fazem o trajeto até lá, e a água é tão clara que você até confunde com Arraial do Cabo ou com o Caribe, rs.

Você também pode aproveitar para conhecer cidades próximas! Aqui no blog tem um post sobre o que fazer em Balneário Camboriú, e no blog Vamos por Aí tem um post super legal com roteiro pelo centro de Blumenau!

Descubra o que fazer em Florianópolis nesse post! Roteiro com melhores praias, restaurantes, mirantes e muito mais!
Vista do mirante da Praia Mole

E aí estão, as melhores dicas sobre o que fazer em Florianópolis em um final de semana ou feriado! Esse roteiro de 2 dias é perfeito para quem vai visitar a cidade pela primeira vez e não tem muito tempo.

Ficou com alguma dúvida? Acha que faltou algum passeio imperdível? Me conta nos comentários!

Gostou desse post? Salve no Pinterest para ler depois!

Descubra o que fazer em Florianópolis nesse post! Roteiro completo de 2 dias na cidade, perfeito para quem vai passar o final de semana ou aproveitar um feriado! #florianopolis #santacatarina #brasil #viagem #roteiro

Alguns links nesse post são afiliados.

Deixe uma resposta

Fechar Menu