Tailândia

Elephant Nature Park – Passeio ético com elefantes na Tailândia

10 de junho de 2017

Procurando um passeio ético com elefantes na Tailândia? Então conheça o Elephant Nature Park, em Chiang Mai! Clique no link para ler tudo sobre esse lugar incrível!

Eu bato muito na tecla do turismo responsável aqui e nas outras redes sociais do blog.

Talvez por isso eu tenha ficado tão apreensiva a caminho do Elephant Nature Park.

Visitar um santuário de elefantes era a atividade número um da minha lista quando eu pensava na viagem para a Thai. Mas eu não conseguia parar de imaginar que iria cair em uma daquelas armadilhas para turistas, e acabar em um lugar em que os animais seriam submetidos a maus-tratos.

Por um tempo eu até desisti da ideia e não inclui no roteiro. Até que a Amanda, que me acompanhou nessa aventura, me falou que também tinha interesse mas que queria um passeio ético com elefantes na Tailândia. E foi aí que começamos a pesquisar.

Vários nomes surgiram, mas a maioria tinha reclamações sobre o tratamento dos animais, bastava procurar um pouco mais.

O único que não tinha esse problema era o Elephant Nature Park. Reclamações sobre reservas? Várias. Mas nada de crueldade.

Sabíamos que era uma empresa séria, já que ocupava a segunda posição da lista de passeios desse tipo no TripAdvisor (hoje já é o #1), e resolvemos reservar uma data para o dia 10/05.

Vou contar tudo sobre o local e a minha experiência no resto desse post, mas já deixo um spoiler: foi a melhor experiência de toda viagem!

O Elephant Nature Park

Procurando um lugar onde os elefantes só interagem se quiserem? Então conheça o Elephant Nature Park, passeio ético com elefantes na Tailândia. É só clicar no link!

É difícil contar com propriedade a história do lugar, já que ouvimos uma versão do guia que contradiz o que está na internet.

O que posso contar é como ele é hoje: um local para elefantes e outros animais viverem livres de seus antigos opressores. Com mais de 500 cães, gatos e water buffalos, eles foram resgatados e agora moram em um lugar seguro.

Aproximadamente 37 elefantes vivem no parque, que tem mais de 250 acres. Pelo que eu pude observar, eles podem vagar livremente pelas terras, com apenas uma separação entre machos e fêmeas, para impedir a reprodução descontrolada. Existem filhotes, alguns resgatados e outros que nasceram por lá.

Os animais são, no geral, resgatados de condições precárias e cruéis. Os mais velhos trabalhavam carregando toras de madeira, prática que foi proibida na Tailândia há alguns anos, e que tornou-os inúteis para seus donos. Foram, então,  vendidos para circos e outros shows, mas por terem deficiências advindas dos anos de trabalho árduo, não puderam performar por muito tempo. Por essas razões, seus proprietários escolhem vendê-los para o Elephant Nature Park.

Os mais jovens costumam ser resgatados de atrações, como jogos de futebol, pintura de quadros ou passeios onde turistas podem montá-los. Para obedecerem seus mestres, eles passam por dias de tortura mental e física, onde são acorrentados e sofrem com fogo, barulhos altos e açoites. A maioria só é vendida para o Elephant Nature Park por questões financeiras ou por não ser mais apta para o trabalho, e apresenta problemas como quadril deslocado, cegueira, agressividade e até patas que sofreram com explosões de minas.

Eles recuperam apenas um elefante por vez, para que possam se dedicar exclusivamente às suas necessidades mais urgentes, com uma equipe de veterinários especializada. Eles também acompanham a adaptação no parque, já que elefantes são animais sociáveis entre si, e normalmente andam em bandos. A maioria dos recém chegados se junta a uma nova família depois de algumas semanas.

São oferecidos três tipos de excursões para o parque: meio-dia, dia inteiro e overnight, que inclui dois dias e uma noite. Para quem quer um passeio ético com elefantes na Tailândia mais longo, é possível pagar para se voluntariar por uma ou duas semanas, trabalhando com limpeza, manutenção e aprendendo sobre o local e seus animais.

Experiência em um passeio ético com elefantes na Tailândia

Conheça o Elephant Nature Park, passeio ético com elefantes na Tailândia. Nada de montar, apresentações ou crueldade, apenas elefantes vivendo com suas famílias em paz. Clique no link para ler mais!

Os elefantes jogam lama nas costas para proteger a pele do sol.

Um pouco mais de um mês antes da viagem, reservamos duas vagas em um passeio de um dia. Por ser um dos santuários mais populares da cidade, não recomendo deixar para comprar em cima da hora, já que os ingressos costumam esgotar semanas antes, mesmo em baixa temporada.

As sete da manhã, a van passou no nosso hotel e conhecemos o resto do nosso grupo, dez pessoas, a maioria do UK. Nosso guia, Job, também já estava presente, e nos informou todas as regras de segurança.

Na hora seguinte, tempo até o parque, assistimos vídeos mostrando a realidade do turismo com elefantes na Tailândia: shows, circos, futebol, pinturas e encenações de guerras são apenas algumas das atrações. Também conhecemos um pouco da história do parque, e aprendemos que eles também resgatam outros tipos de animais, como cães e gatos.

Ao chegar, fomos a conhecer a estrutura do local. Começamos pelo deck de observação, onde cestas com frutas nos aguardavam para alimentarmos os elefantes. Lucky, uma fêmea adulta, esperava pacientemente para ver se ganhava algum petisco. Ela comeu a cesta inteira e, quando reparou que a comida acabou, resolveu ir embora.

No decorrer do dia, vimos vários elefantes se aproximando do deck para ver se arranjavam um lanchinho.

Descemos e caminhamos pelo parque, sempre junto do nosso guia. Conhecemos alguns dos cães e fomos visitar uma elefanta que estava em uma área fechada. Logo perguntei sobre, porque não me senti confortável com a situação.

Job nos contou que ela havia machucado a pata e, por gostar muito de nadar e brincar na lama, a ferida estava demorando muito para cicatrizar. Eles resolveram aplicar uma pomada com antibióticos, mas a deixaram em um cercado para ela não sujar a ferida e destruir o tratamento.

Quando eu escrevo “cercado” eu quero dizer uma área bem ampla, acho que cabiam uns 60 elefantes, e ela não estava acorrentada nem nada do tipo. Jilly (esse era seu nome) brincou um pouco conosco, mas logo ficou mais interessada na comida que estava recebendo e dispensou nossa atenção.

Apesar de ser claro quando eles querem ou não interagir, cada elefante tem um cuidador próprio, que avisa aos visitantes se eles podem chegar perto ou se é melhor só observar. Nenhum elefante é obrigado a brincar ou ficar com os visitantes se não desejar.

O resto da nossa manhã passou voando, e conhecemos outros moradores do parque e suas famílias. Ninguém podia chegar perto das que tinham bebês, pois elas ficam super protetoras e não gostam que estranhos se aproximem dos mais novos.

Para almoço (incluído no preço), um buffet vegetariano repleto de opções. Mesmo quem come carne não vai passar com fome, com pratos típicos tailandeses, mas também opções com poucos temperos, massas e frutas.

A próxima atividade era uma das mais esperadas: hora do banho. Fomos até o rio e alguns elefantes apareceram para brincar. Apesar de não serem conduzidos por seus cuidadores, eles sabem que nesse horário aparecem vários petiscos perto da água, e se dirigem para lá por vontade própria (pelo menos é o que aparenta).

Dar banho nos elefantes é uma das atividades mais divertidas no Elephant Nature Park, passeio ético com elefantes na Tailândia!! Conheça tudo sobre esse lugar incrível clicando no link.

Hora do banho (e dos petiscos rs).

Nenhum deles foi obrigado a entrar na água, e muitos foram até lá, pegaram frutas e voltaram para outras áreas do parque.

Os que resolveram entrar na água tentavam se banhar com ajuda de suas trombas, mas como essa parte do rio é muito rasa, não conseguiam se molhar muito. Cada um de nós recebeu um balde para encher de água e jogar nas áreas que eles não alcançaram.

É um rio cheio de lama, e muitos elefantes fazem suas necessidades lá. Não pense que você vai entrar na água e se esbaldar junto, porque não é o caso at all. Ainda assim, foi uma parte bem divertida e deu para ver que eles gostavam.

Ao sair do rio, eles jogavam lama no alto das costas para se proteger contra o sol. Naquele dia, fazia quase 40ºC e o calor era quase insuportável.

Nossa tarde seguiu com muita observação, já que havíamos conhecido a maioria dos elefantes mais sociáveis anteriormente. Acompanhamos uma família brincando na parte mais funda do rio, outra brincando na piscina e algumas apenas aproveitando o almoço. Eles comem uma média de 200 a 300 kg de comida por dia!

Durante o passeio, pudemos fazer perguntas ao nosso guia a qualquer momento. Aprendi muito sobre os hábitos dos animais, como funcionava o parque, os tipos de abuso que eles sofriam, como eram cuidados e mais. Essa éa importância de fazer um passeio ético com elefantes na Tailândia, focado na educação dos visitantes. Eles têm uma parede mostrando o antes e depois de vários animais resgatados, e é ao mesmo tempo triste ver que eles passaram por tantos traumas, e feliz que encontraram um lugar onde são bem tratados.

Algumas observações:

  • Esse não é o passeio certo para quem só liga para tirar a “selfie perfeita com o elefante”. Apesar de ser possível em alguns momentos, a interação com eles é feita apenas quando eles querem, e pode ser que não exista a chance para esse tipo fotos. É muito mais uma excursão educacional.
  • Elefantes não tem porte físico para serem montados. A maior parte do seu peso vem da pele, não dos ossos, e sua força é concentrada na tromba. Escutamos alguns brasileiros falando que isso era “invenção e besteira do povo politicamente correto” e olha… nem sei o que escrever sobre. Um pouco de pesquisa sobre as atividades da viagem sempre vai bem.
  • Não esquecer protetor solar e repelente. Chiang Mai tem temperaturas quentes ao longo do ano inteiro e o parque é, obviamente, cheio de natureza e insetos.
  • É possível reservar através do site oficial: Elephant Nature Park. Pagamos uma taxa de 2000 Thai Baht online e o resto dentro da lojinha no local.
  • Para ler a opinião de outras pessoas, confira a página no TripAdvisor.
Conheça tudo sobre o Elephant Nature Park, passeio ético com elefantes na Tailândia! É só clicar no link!

A felicidade da pessoa em estar vendo os elefantes de pertinho.

E isso é tudo que tenho para contar! Curti bastante o passeio, mas confesso que ainda me pergunto se é legal pagar para ir ver animais. Ainda assim, acho que um santuário, onde o dinheiro do seu ingresso vai reverter para cuidar desses animais, é a melhor opção para esse tipo de atividade. O que vocês acham sobre? 

Já fizeram um passeio ético com elefantes na Tailândia? Qual? Foi legal?

Gostou desse post e tá programando a sua viagem?

Então que tal ajudar o blog? É só fazer as suas reservas através dos nossos links! Você não paga nada a mais por isso e a gente ganha uma pequena comissão pela indicação! Olha quantos serviços legais você pode encontrar por aqui:

Compare os preços das passagens no Voopter ou veja as ofertas do Decolar.com.

Reserve o seu hotel através do Booking, com garantia de melhor preço. Ou use o Hoteis.com, onde você acumula pontos e pode trocar por diárias grátis.

Compre o seu seguro viagem no World Nomads e tenha cobertura para mais de 150 atividades de aventura.

Compare o preço entre as melhores locadoras de carro e pague em reais em até 12x sem juros na Rentcars.com.

Você também pode gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta