Dicas

O que você precisa saber para se preparar para uma viagem internacional

28 de outubro de 2016

Não sei vocês, mas eu sou muito fã de planejar a minha própria viagem.

As vezes eu ainda passo em alguma agência para pedir direções, como qual a documentação necessária e quanto mais ou menos custa a passagem, mas no geral faço tudo pesquisando na internet.

No começo eu ficava com medo de esquecer alguma coisa super importante e ser barrada até de entrar no avião! Mas depois que você pega a prática descobre que não é nenhum bicho de sete cabeças.

Pensando nessa dificuldade inicial, resolvi trazer uma lista com tudo que você precisa para se preparar para uma viagem internacional! Não coloquei passagem, hospedage m e passeios porque isso acho que ninguém esquece, né? Mas outros detalhes podem acabar passando despercebidos.

Como se preparar para uma viagem internacional

1. Passaporte

Começando com o mais importante: verifique se o seu destino exige passaporte de brasileiros. Para países participantes do Mercosul, como Argentina, Chile e Paraguai, apenas o documento de identidade (RG) já é o suficiente.

Se você for precisar de um passaporte e ainda não tiver um é só ir até o site da Polícia Federal. Lá você consulta quais os documentos necessários, preenche o formulário de requisição e gera a GRU de pagamento. Atualmente o preço é de R$257,25.

Depois disso, é só agendar a sua data e a unidade da polícia federal na qual você pretende entregar os documentos e tirar sua foto. O tempo estimado de produção é de 6 dias úteis.

Já tem um passaporte? Então se atente a data de validade! Mesmo que ela seja para daqui algum tempo, muitos países não permitem entrada se ele tem 6 meses ou menos para vencer. Se for o seu caso, é possível que você precise renovar o seu.

2. Vistos e Taxas

O visto é um documento emitido por um determinado país atestando que você está apto a visitá-lo em determinado período.

Não são todos os lugares que exigem, e no site Nômades Digitais você confere os 153 países em que brasileiros não precisam de visto.

Já os Estados Unidos, Canadá, Austrália e outras localidades exigem essa formalidade, que pode ser negada. Cada país tem sua própria forma de conceder os vistos, então é preciso consultar os sites oficias para descobrir como é o processo. Caso você não se sinta segura, pode contratar um despachante para fazer o trabalho por você.

Não deixe para cima da hora, pois alguns vistos precisam que você faça o requerimento pessoalmente, e outros podem demorar até 2 meses para serem emitidos.

A Cynara, do blog Cantinho da Ná, tem um post super completo explicando como tirar o visto dos Estados Unidos. Quem pretende tirar sem ajuda de agências (é tranquilo!) precisa dar uma lida!

Alguns países, apesar de não exigirem um visto, tem uma taxa de turismo (ou com nome parecido) que precisa ser paga na hora da imigração ou antes de embarcar, como San Andres. Se for o caso do seu destino, já deixe o dinheiro separado e pague assim que possível.

3. Vacinas

Esse é aquele item fácil de esquecer e que pode acabar com a sua viagem antes mesmo dela começar! Alguns lugares exigem que você tenha tomado determinada vacina para fazer uma visita.

A mais comum é a da Febre Amarela, que é disponibilizada gratuitamente nos postos de saúde. Confira a lista com todos os países onde ela é necessária nesse post do Escolha Viajar.

Depois de tomar a sua vacina, é preciso fazer um certificado de vacinação internacional, o qual vai atestar em inglês que você tomou determinada vacina. É super fácil, só precisa da carteirinha e de um documento de identidade, e normalmente dá para fazer um aeroporto.

O site da anvisa tem uma página explicando tudo sobre o certificado de vacinação.

Já pesquisou quais vacinas precisa tomara para visitar o seu próximo destino? Não? Então clica no link e confere esse post de como se preparar para uma viagem internacional!

Certificado de vacinação internacional da Anvisa.

4. Seguro Viagem

Sabe o seu plano de saúde ou seguro do carro que você tem no Brasil? Na hora de se preparar para uma viagem internacional é bom fazer um para o seu período fora do país. Especialmente se você vai praticar algum esporte radical, trekking ou tem o costume de ficar doente em situações de ansiedade ou estresse.

Eles costumam cobrir a parte médica, as vezes odontológica e até problemas como extravio de mala ou alteração de vôos.

Em alguns países, como os europeus do Tratado de Schengen (França, Reino Unido, Espanha, Grécia…), o seguro é obrigatório e você precisa apresentá-lo na imigração. Verifique se é o caso do seu destino e não deixe esse pequeno detalhe arruinar sua viagem.

Se você não tem certeza do que deve procurar em um seguro viagem, recomendo dar uma olhada nesse post com dicas para escolher o seguro viagem ideal.

Se você quiser comparar os valores das melhores empresas, sugiro utilizar a ferramenta da Real Seguro Viagens.

5. Moeda Local

O Brasil é o único país que utiliza o Real, então você vai precisar trocar o seu dinheiro pela moeda local do seu destino.

Existem inúmeras maneiras de fazer isso, como trocar por dinheiro vivo em casas de câmbio, levar um cartão pré-pago, usar o cartão de crédito ou até um de débito internacional. Vai depender de aonde você estiver indo e o que pretende fazer.

Seja qual for a sua decisão, sempre leve com você ao sair do Brasil um pouco de dinheiro em espécie na moeda local, assim você fica preparada para qualquer emergência.

Antigamente o cartão pré-pago era a minha opção favorita pois tinha um iof baixo. Agora que ele também tem uma taxa de 6,38% para compras, prefiro levar o cartão de crédito e aproveitar para acumular milhas. A única desvantagem é que a taxa de saque elevada.

O blog Fora da Zona de Conforto tem um post muito completo sobre o assunto, chamado O melhor Dinheiro e Câmbio durante a sua Viagem. Vale a pena a leitura!

Já sabe como vai levar dinheiro para sua próxima aventura? Não? Então confira nesse post como se preparar para a sua próxima viagem internacional!

6. Idioma

Já vou falar para acalmar: não precisa se desesperar se você não sabe a língua.

É melhor saber falar o idioma local? Com certeza! Mas você pode conseguir se virar mesmo com o português. Em lugares que falam espanhol, você pode pedir para falarem mais devagar que é provável que você consiga se comunicar. Quando trabalhei na Disney muitas famílias falavam comigo e eu entendia, mesmo o meu conhecimento de espanhol sendo mínimo.

Para os países em que você não entende uma palavra do idioma é interessante anotar algumas frases que podem ser úteis, como “estou perdida” ou “onde fica tal lugar?”. Para quem gosta de comprar “quanto custa” também é uma boa! Haha

Se você for das ligadas em tecnologia, pode baixar alguns aplicativos de tradução, como o Google Translate. Outra ótima opção é o Microsoft Translator, onde você pode ter conversas inteiras com outras pessoas e ele traduz para as línguas nativas correspondentes!

Se não quer ter que levar um eletrônico sempre, existem dicionários de bolso feitos especialmente para viagem, com as principais frases e como pronunciá-las.

Os Guias de Conversação para Viagens em Inglês ou Espanhol da Publifolha são muito bons!

O Guia de conversação para viagens é uma ótima dica para quem não fala a língua do país que vai visitar! Clique no link e confira nesse post outras dicas para se preparar para uma viagem internacional!

Guia de Conversação para Viagens em Francês, da Folha de S. Paulo/Publifolha!

7. Segurança

Viajar sozinha é muito divertido e pode fazer você aprender muito sobre si mesma.. Mas também pode te colocar em situações de risco se você não se preparar para uma viagem internacional com isso em mente.

Não precisa ficar alarmada! É só procurar antes da viagem se existem lugares que devem ser evitados por mulheres sozinhas ou com as amigas no seu destino, especialmente a noite. As vezes é só um bairro ou região específica, e você pode se planejar para pegar um Uber caso a balada aconteça por lá.

O importante é se informar de antemão sobre os lugares que você precisa redobrar a atenção.

8. Clima

Sabe como no Rio de Janeiro dá praia praticamente o ano inteiro mesmo no inverno, que deveria ser frio? Então, esses casos não acontecem só no Brasil!

Não confie apenas na estação do ano e pesquise as temperaturas normais da época da sua viagem! Descubra se costuma fazer temperaturas extremas, se tem estações bem definidas, se é temporada de chuva.. O AccuWeather é o meu site favorito para consultas de clima.

Faça a sua mala de acordo com as informações dos anos anteriores e você não deve passar sufoco.

Não faça que nem eu que assumi que verão é calor sempre e peguei 10ºC em julho na Escócia! Precisei comprar casacos na Forever XXI para continuar o passeio sem congelar!

O inverno em New York é bem diferente do inverno em Floripa! hahaha -13ºC

O inverno em New York é bem diferente do inverno em Floripa! hahaha -13ºC

Você também pode gostar de: 13 Passeios Grátis em New York que você precisa conhecer!

9. Leis e Boas Maneiras

Ok, que a idade legal para beber nos Estados Unidos é 21 anos e não 18 é provável que você já tivesse ouvido falar.. Ou que não pode beber na rua sem cobrir a bebida.

Mas você sabia que fora dos resorts de luxo, mulheres não podem tomar banho de mar nas maldivas de biquini por causa das leis muçulmanas? Ou que chiclete é proibido em Cingapura?

No geral, mesmo que a cultura do destino seja parecida com a nossa, é bom descobrir antes de embarcar se existe alguma lei muito diferente ou até quais gestos são ofensivos. De repente você está tentando perguntar onde fica o restaurante mais próximo e pode acabar ofendendo alguém.

O site Loucos por Viagens tem um post com 10 gestos que costumam ser mal interpretados no exterior.

 

E pronto, agora você já sabe como se preparar para uma viagem internacional! Quem também confere todos os itens dessa lista?

Gostou desse post e tá programando a sua viagem?

Então que tal ajudar o blog? É só fazer as suas reservas através dos nossos links! Você não paga nada a mais por isso e a gente ganha uma pequena comissão pela indicação! Olha quantos serviços legais você pode encontrar por aqui:

Compare os preços das passagens no Voopter ou veja as ofertas do Decolar.com.

Reserve o seu hotel através do Booking, com garantia de melhor preço. Ou use o Hoteis.com, onde você acumula pontos e pode trocar por diárias grátis.

Compre o seu seguro viagem no World Nomads e tenha cobertura para mais de 150 atividades de aventura.

Compare o preço entre as melhores locadoras de carro e pague em reais em até 12x sem juros na Rentcars.com.

Você também pode gostar

23 Comentários

  • Responder Cristina e Renato 29 de outubro de 2016 as 12:47 pm

    Olá, Alyssa! Parabéns pela matéria, super completa! Conhecer as leis e as boas maneiras é importantíssimo, as culturas são muito diferentes e precisamos sempre nos adaptar aos costumes locais. Parabéns pelo post. Abraços, Cristina e Renato.

    • Responder Alyssa Prado 29 de outubro de 2016 as 3:19 pm

      Oi, gente! Que bom que gostaram! É sempre bom mesmo aprender antes a cultura local para ter certeza de não cometer nenhuma gafe, mesmo como turistas hahaha obrigada pela visita <3

  • Responder Carlos Roberto e Gleidys 29 de outubro de 2016 as 6:11 pm

    Dicas sempre muito úteis. Muito obrigado

  • Responder Flávia Donohoe 29 de outubro de 2016 as 6:55 pm

    dicas mais que importantes! Sempre tento seguir à risca, pois dependendo do país é preciso comprovar algo a mais, é sempre bom checar as leis locais, pois assim como você disse, imprevistos podem ocorrer, post completíssimo!

    • Responder Alyssa Prado 30 de outubro de 2016 as 6:54 pm

      Oi, Flávia! Que bom que gostou :D Realmente, é sempre bom checar tudo que o país exige para entrada de turistas e as leis a seguir ahaha obrigada pela visita :)

  • Responder Daniela 29 de outubro de 2016 as 7:13 pm

    Oi Alyssa! Seu blog é lindo e adorei seu post, dicas excelentes!! Viagens para destinos que não conhecemos, de culturas diferentes dá um medinho né? rsrsrs Bjs e sucesso

    • Responder Alyssa Prado 30 de outubro de 2016 as 6:53 pm

      E o medo de não poder usar alguma peça de roupa ou de ofender alguém sem querer? hahaha sempre melhor conferir né! Obrigada pela visita <3

  • Responder Alessandra Maróstica de Freitas 29 de outubro de 2016 as 11:29 pm

    Alyssa, adorei seu post! Estas dicas são super importantes para todos os viajantes.!!!

    • Responder Alyssa Prado 30 de outubro de 2016 as 6:54 pm

      Feliz que gostou =)

  • Responder Deisy Rodrigues 30 de outubro de 2016 as 2:09 am

    Ótimas dicas Alyssa, post muito completo.

  • Responder Itamar Japa 30 de outubro de 2016 as 2:28 pm

    Excelente matéria, parabéns! É sempre bom conferir tudo e ter tudo em mãos para não se dar mal na viagem! É sempre bom aprender algumas palavrinhas básicas no idioma local, tipo bom dia, boa noite, obrigado, normalmente você quebra o gelo e tem outro tipo de recepção. Também acho muito importante conhecer bem os costumes, leis e boa maneiras de um lugar. Obrigado pelo post! Muito bom!

    • Responder Alyssa Prado 30 de outubro de 2016 as 6:56 pm

      Já ouvi falar que na França se você não cumprimenta em francês para pedir ajuda eles nem respondem hahaha melhor mesmo saber as palavras básicas! Fico feliz que gostou =)

  • Responder Matheus Crespo 30 de outubro de 2016 as 7:22 pm

    Dicas essenciais, eu também adoro planejar a própria viagem, na verdade pra mim a trip já começa aí hahah no planejamento.
    Sem dúvidas se preocupando com esses pontos aí que você colocou, já tem o sucesso da sua viagem praticamente garantido =)

    • Responder Alyssa Prado 30 de outubro de 2016 as 7:24 pm

      Planejar a nossa própria viagem é tão bom, né? :D

  • Responder Edson Amorina Jr 31 de outubro de 2016 as 7:09 am

    Muito boas dicas!

    Principalmente sobre estudar as leis locais e um pouco sobre as boas maneiras e seus costumes, isso é muito importante para não passarmos vergonha ou mesmo arranjar algum tipo de confusão.

    • Responder Alyssa Prado 31 de outubro de 2016 as 3:55 pm

      Better safe than sorry sempre, né? hahahaa

  • Responder Guaciara 31 de outubro de 2016 as 12:13 pm

    Excelente post, com dicas providencias e bem mastigadinhas! Adorei e vou compartilhar lá na página do Passeiorama, bjs!

    • Responder Alyssa Prado 31 de outubro de 2016 as 3:54 pm

      Feliz que gostou :D Obrigada pelo share!!

  • Responder Passagens aéreas baratas: 8 sites para encontrar os melhores preços! 4 de novembro de 2016 as 2:44 pm

    […] Não sabe como começar a se planejar? Então veja esse post com dicas para se preparar para uma viagem internacional! […]

  • Responder Cynara Vianna 24 de março de 2017 as 10:17 am

    Muito interessante esse post Alyssa, com certeza o viajante que tem dúvidas sobre o planejamento ‘burocrático’ ficará mais tranquilo depois de ler. Obrigada pela indicação :).

    • Responder Alyssa Prado 29 de março de 2017 as 5:50 am

      Feliz que você gostou Cynara =)

  • Responder ana maria guimaraes ferreira 7 de maio de 2017 as 12:42 am

    estou adorando seu post. vou ler e reler varias vezes

    • Responder Alyssa Prado 8 de maio de 2017 as 7:43 am

      Oi, Ana! Espero que tenha te ajudado! Bjs

    Deixe uma resposta