Dicas

Conheça 5 Tipos de Hospedagem para usar em Viagens

8 de novembro de 2016

Já imaginou conseguir acomodação super barata ou até grátis na sua próxima viagem? Clique no link e descubra sobre os tipos de hospedagem e quais combinam com a sua viagem!

A primeira vez que eu realmente tive que escolher onde me hospedar foi no final do meu segundo intercâmbio. Eu e mais três amigas estavamos indo para New York, e o único hotel que nos recomendaram já estava cheio naquelas datas.

Ninguém decidia nada, todo mundo falava que qualquer lugar servia e eu resolvi abrir o Booking e reservar alguma coisa que parecesse ok. Acabamos pegando uma promoção incrível e ficamos no Crowne Plaza Times Square, um dos hotéis mais bem localizados que eu já conheci.

Só que por ser um lugar mais caro, o quarto era minúsculo e tudo que tinha era um mini frigobar! Agora imagina, quatro meninas com quase nenhum dinheiro precisando comer fora em todas as refeições.. Não preciso nem dizer que sobrevivemos de dólar menu do McDonalds e Subway, né?

Eu tô contando tudo com a intenção de mostrar que onde você vai se hospedar é uma parte super importante da viagem. Mas, diferente do que eu achava naquela época, você não precisa se limitar a hotéis, mesmo com os amigos.

Hoje em dia, se eu vou viajar em grupo, hostel já é a minha primeira opção, tanto pelo ambiente quanto pelo preço. Já com a família a busca já começa direto no Airbnb, já que não tem como superar ficar em um apartamento com cozinha, que ajuda muito na economia.

Continue lendo para descobrir tudo sobre 5 tipos de hospedagem e quais combinam com a suas próximas viagens.

5 Tipos de Hospedagem para Viagens

Hotel

Sem dúvidas a opção mais popular, por já ser conhecida no mundo todo e ser a mais indicada por agências de viagem. Como já falei, já foi minha opção inúmeras vezes e na maior parte saí muito satisfeita.

Infelizmente, os quartos mais baratos costumam ter apenas o básico e muitas vezes não oferecem o suficiente para preparar as refeições no quarto. Como você acaba comendo fora, o custo acaba ficando ainda mais alto.

Alguns oferecem amenidades como academia, piscina, spa e restaurantes no local, o que é muito prático naqueles dias que você não quer sair e prefere ficar descansando. Se você é do tipo que usa o hotel apenas para dormir, eu não acho que compense o valor das diárias.

Vantagens: Quarto privativo para você e seu grupo; Limpeza diária; Amenidades;

Desvantagens: Preço elevado da diária; Quartos pequenos que não costumam ter cozinha;

Sites: Costumo usar o Booking ou o Hoteis.com para reservas. Esse último tem um sistema de pontos, que você consegue trocar por noites grátis.

Um hotel que eu achei que valeu o preço foi o Barcelo Bavaro Palace Deluxe, em Punta Cana. Leia o post com a minha experiência.

Viagem para Punta Cana em Casal - Vista do restaurante

Barcelo Bavaro Palace Deluxe em Punta Cana. O hotel era incrível e valeu o preço das diárias!

Hostel

Minha primeira opção quando vou viajar sozinha! Para quem não conhece, é um hotel cujo os quartos possuem vários beliches ou triliches, e você reserva apenas uma cama. Sim, você vai dormir com várias pessoas desconhecidas no quarto, e isso faz parte da experiência. Na maior parte das vezes o banheiro também é compartilhado.

O preço da diária costuma ser muito menor que de um hotel tradicional, e muitas vezes eles ainda oferecem café da manhã. Para quem quer economizar ainda mais, normalmente eles disponibilizam uma cozinha para quem quiser preparar as próprias refeições.

Considero esse um dos melhores tipos de hospedagem para quem estiver procurando companhia para os passeios. Como o clima é de amizade, o pessoal acaba fazendo vários programas juntos e é difícil você ficar sozinha se não quiser.

Tenha em mente que é possível que chegue um pessoal da balada as 4 da manhã fazendo o maior barulho. Infelizmente faz parte, mas na maior parte do tempo as pessoas tem consideração e tentam não acordar os outros.

Vantagens: Preço menor; Cozinha para quem não quiser comer fora; Companhia para passeios e fazer novas amizades;

Desvantagens: Dividir quarto com desconhecidos; Dividir o banheiro com desconhecidos;

Sites: Recomendo o Booking e o Hostelworld.

Em setembro de 2016 eu me hospedei no Social Hostel Café & Bar em Curitiba. Se você procura por uma opção com ótimo custo-benefício na cidade, dê uma olhada no post resenha.

Ficar em hostels e fazer amizades é uma ótima maneira de perder o medo de viajar sozinha! Dessa forma você sabe que pode conseguir companhia para alguns passeios se quiser! Clique no link para ler outras dicas sobre esse tipo de viagem!

Na Sky Tower em Auckland com algumas amigas que fiz no hostel!

Airbnb

O Airbnb surgiu recentemente, mas já é o favorito de muitos viajantes por aí. Além da opção de alugar um quarto na casa de moradores locais, o grande atrativo é poder reservar o apartamento inteiro. O valor da diária costuma ser melhor que de hotéis tradicionais, especialmente perto de pontos turísticos.

Gosto muito desse estilo, pois você consegue a privacidade de ficar em um local apenas para o seu grupo, tem a facilidade de cozinhar em casa para poupar dinheiro e ainda vive como os locais, indo fazer compras nos mercados do bairro.

O site funciona através de avaliação, então sempre leia o que os hóspedes anteriores falaram sobre o lugar. Pessoalmente, eu não gosto de reservar os que ainda não tiveram comentários, mas isso é uma questão apenas de confiança. Você combina diretamente com o proprietário como vai ser a retirada das chaves e os horários de check-in e check-out.

Vantagens: Apartamento completo e privativo para o seu grupo; Diária mais barata; Possibilidade de cozinhar;

Desvantagens: Única coisa que consigo pensar de ruim é que dependendo de onde for pode ser difícil ir até o mercado comprar comida;

Site: www.airbnb.com.br

Para quem quiser ler um pouco mais, a Débora, do blog Foco no Mundo, tem um post bem detalhado contando sobre todas as experiências dela com esse tipo de hospedagem!

Se cadastrando através do meu link, você ganha R$85 de desconto na sua primeira reserva no Airbnb!

Los Angeles sem carro: Hospedagem em Hollywood

Airbnb que alugamos na nossa última visita a Los Angeles!

Couchsurfing

Se você já ouviu falar em Couchsurfing pode ter lido que é um dos tipos de hospedagem grátis. Mas não se engane, esse não é o objetivo, e o site tenta proporcionar uma troca de cultura entre os participantes, enquanto eles oferecem um cantinho para alguns viajantes passarem a noite.

Na tradução literal seria “surf de sofá”, mas as pessoas oferecem até colchões e quartos inteiros no site. O ideal é que você interaja com seu anfitrião e ofereça uma gentileza, lembre que a pessoa vai estar abrindo a casa para você apenas por vontade, então seja educado e respeite as regras.

O site também funciona com um sistema de avaliação, onde os viajantes são avaliados tanto como hóspedes quanto como anfitriões. Se você tem um espacinho sobrando em casa e gostou da idéia, é fácil se cadastrar para receber visitantes. Se for utilizar, dê preferência a pessoas com recomendações e leia o que os outros hóspedes escreveram.

Vantagens: Troca de cultura com os locais; Hospedagem grátis;

Desvantagens: Se hospedar em uma casa desconhecida de alguém que você não conhece, o e ambas podem ser do seu agrado ou não. Tenha a mente aberta e leia as reviews!

Site: couchsurfing.com (em inglês)

A Marla, do blog Marla e o Mundo, tem um post incrível tirando várias dúvidas sobre o Couchsurfing.

Já imaginou dormir no sofá de um estranho? Essa é a proposta do Couchsurfing, rede de viajantes mundial. Clique no link para conhecer tudo sobre!

Housesitting

Acho que o menos falado dos tipos de hospedagem, já que não é muito conhecido no Brasil. Ainda não tive a chance de testar, mas está nos meus planos para 2017.

A ideia original era encontrar pessoas que pudessem ficar tomar conta de casas ou apartamentos com animais de estimação enquanto os donos estivessem viajando. A partir daí o conceito já evoluiu, e muitos sites nem envolvem mais os bichinhos, e querem pessoas apenas para deixar as casas ocupadas.

É uma grande responsabilidade, especialmente quando envolve pets, e você precisa planejar o seu roteiro de acordo com as necessidades de passeio ou comida dos animais. Vai ser difícil fazer viagens de dois ou mais dias para lugares próximos.

Não deixa de ser uma ótima opção de acomodação grátis, mas tenha certeza que pode se comprometer e arcar com as responsabilidades antes de se candidatar. Tudo é combinado direto com os donos através da internet.

Vantagens: Viver como locais; Apartamento/casa privativo; Hospedagem Grátis;

Desvantagens: Responsabilidade com o local e os animais; Não permite viagens rápidas para lugares próximos; Você não tem certeza de como serão os animais e a casa;

Sites: Trusted House Sitters, Nomador e Mind my House.

Que tal tomar conta da casa de pessoas em outros países enquanto elas viajam? Essa é um ótimo tipo de hospedagem grátis em viagens! Clique no link e conheça mais sobre!

 

E vocês, tem alguma outra recomendação? Tiveram boas experiências usando alguns desses tipos de hospedagem? Me contem nos comentários! To sempre querendo indicações e dicas :)

Alguns links desse post são afiliados. Se você fizer sua reserva através deles vai ajudar o blog sem pagar nada a mais por isso. Se esse post te ajudou, por favor, considere me ajudar usando os meus links. <3

Gostou desse post e tá programando a sua viagem?

Então que tal ajudar o blog? É só fazer as suas reservas através dos nossos links! Você não paga nada a mais por isso e a gente ganha uma pequena comissão pela indicação! Olha quantos serviços legais você pode encontrar por aqui:

Compare os preços das passagens no Voopter ou veja as ofertas do Decolar.com.

Reserve o seu hotel através do Booking, com garantia de melhor preço. Ou use o Hoteis.com, onde você acumula pontos e pode trocar por diárias grátis.

Compre o seu seguro viagem no World Nomads e tenha cobertura para mais de 150 atividades de aventura.

Compare o preço entre as melhores locadoras de carro e pague em reais em até 12x sem juros na Rentcars.com.

Você também pode gostar

8 Comentários

  • Responder Marla 13 de novembro de 2016 as 6:27 pm

    Eba, amei! Já quero testar essa última também!!

    • Responder Alyssa Prado 16 de novembro de 2016 as 10:36 am

      Se testar me conta tuuuuudo!!! To planejando para o ano que vem, vamos ver se vaai!

  • Responder Douglas 14 de novembro de 2016 as 11:39 pm

    O legal é que cada viagem ‘pede’ um meio de hospedagem diferente, né? Hoje sou mais adepto dos hotéis, mas já tive preferência a hostels. Pousadinha para casal me atrai mais ainda.

    • Responder Alyssa Prado 16 de novembro de 2016 as 10:34 am

      Com certeza! Dependendo do lugar e da companhia a hospedagem precisa ser diferente! Também adoro pousadas :D

  • Responder Resenha Curitiba Casa Hostel – Onde se hospedar em Curitiba 17 de novembro de 2016 as 4:22 pm

    […] Você também pode gostar: 5 Tipos de Hospedagem para usar na sua próxima Viagem. […]

  • Responder Rocha 18 de maio de 2017 as 8:29 am

    Ótimo artigo, parabéns pela iniciativa. Fico feliz por ver esse tipo de atitude que tem como principal objetivo ajudar as pessoas.
    Sucesso!!!

    • Responder Alyssa Prado 19 de maio de 2017 as 3:37 pm

      Obrigada <3

  • Responder Como saber se a localização de um hotel é confiável 17 de agosto de 2017 as 10:29 am

    […] A mesma sugestão vale para quando você vai ficar em um hostel ou airbnb. Se você não sabe do que estou falando, veja esse post com 5 alternativas de hospedagem para usar e… […]

  • Deixe uma resposta