planeje a sua próxima viagem por conta própria

Junte-se a minha lista de e-mails e receba grátis um PDF com 22 recursos que podem te ajudar nessa aventura.

13 Erros de viagem comuns que você não deve cometer

Tá pensando em viajar? Então descubra 13 erros de viagem comuns que a maioria dos viajantes acaba cometendo, e como você pode evitá-los.

Confira 13 erros de viagem que você não deve cometer e como evitá-los!

Um dos maiores medos de quem vai começar a viajar é cometer um erro bobo e acabar estragando a viagem dos sonhos. Pelo menos esse era, sem dúvidas, um dos meus maiores medos quando comecei a explorar o mundo.

Lembro especialmente da minha viagem para a Austrália, onde eu ia fazer três conexões, e tinha certeza de que a minha mala não ia chegar porque eu não ia pegá-la no lugar correto e despachá-la novamente. Perguntei em Florianópolis o que devia ser feito, novamente em São Paulo e, mesmo eles me garantindo que a mala ia direto para lá e que eu não precisava fazer nada, eu sabia que ia fazer algo errado e ela não ia chegar. No final, quem diria, deu tudo certo.

Depois de viajar várias vezes, no entanto, percebi duas coisas sobre erros de viagem. A primeira é que a mala não chegar normalmente não é culpa sua, rs. E a segunda é que existem erros muito piores para se cometer quando você está se aventurando por outros países. 

O mais impressionante, no entanto, é que a maioria desses erros pode ser facilmente evitada, e que quem tem menos experiência em viagens apenas não pensa no assunto, por isso acaba cometendo alguns deles.

Se você está começando a se aventurar pelo mundo agora e também está com medo de cometer erros de viagem, não se preocupe: nesse post eu listei os principais enganos cometidos por viajantes, e como você pode evitá-los. Já aviso que esse texto foi escrito depois de anos de prática e que eu passei por todas essas experiências, e algumas mais de uma vez. Faz parte!


Algumas dicas desse post também estão disponíveis em vídeo! Se gostar desse tipo de conteúdo, lembre-se de se inscrever no canal do YouTube do blog para receber as minhas dicas de viagem toda semana!


13 Principais erros de viagem (e como você pode evitá-los)

Lembrando que esses são apenas alguns dos erros mais comuns que eu já cometi e vi vários dos meus amigos cometendo. Apesar de serem muitos, a maioria pode ser evitada com um pouco de planejamento.

1 – Não contratar um seguro viagem

Nunca, jamais, em hipótese alguma viaje sem um seguro viagem. Costuma ser bem barato em relação ao custo total da viagem (alguns deles começam em R$9 por dia para destinos internacionais) e, caso você sofra algum acidente ou inconveniente, esse serviço pode te fazer economizar milhares de dólares. 

Com um seguro, se você ficar doente ou acontecer alguma emergência, você liga para a central ou acessa o app da seguradora, explica a situação, e eles então te dizem onde ir e como proceder. A maior parte das empresas já banca toda a parte financeira com antecedência, então você nem precisa se preocupar com reembolso ou recibos, apenas em ser atendido e resolver seja qual for o problema. Já usei nos Estados Unidos várias vezes, além de na Argentina, França e Portugal, e em todos os casos acabei economizando demais comparado ao custo local de consultas médicas. 

Aqui no blog tem uma página inteira dedicada a explicar como funciona o seguro viagem, como acionar, melhores seguradoras e onde encontrar o melhor preço.

2 – Não compartilhar seus planos com amigos e/ou família

Não quero dizer que você precisa contar para todo mundo que vai viajar (até porque, sempre tem aquela pessoa inconveniente para te pedir para trazer um iPhone ou algo pior), mas sim confiar em uma outra pessoa o que você pretende fazer a cada dia. Dessa forma, caso aconteça alguma coisa, eles vão saber onde procurar por você.

Minha sugestão é criar um documento no Google Docs com informações relevantes da viagem, como endereço da sua hospedagem, número de voos, etc., e pelo menos um rascunho do seu roteiro. Caso mude de planos, ou caso vá decidir a cada dia o que vai querer fazer, mande uma mensagem informando seus amigos ou família, para te dar mais segurança. 

3 – Reservar sua hospedagem sem pensar na localização

Reservar seu hotel ou Airbnb no bairro errado pode ser a diferença entre adorar a cidade ou achar que escolheu o destino errado para a viagem. Falo isso por experiência, e até hoje eu não tenho vontade de voltar a São Francisco, onde mesmo ficando em um hotel incrível e cheio das amenidades, fiquei com uma péssima impressão da cidade já que a localização do mesmo era em um local bem inseguro. Os próprios funcionários não recomendavam que a gente saísse para explorar a pé!

Muitas vezes escolhemos uma hospedagem com base no preço ou no que ela oferece, mas a localização é tão importante quanto qualquer um desses detalhes! Pode ser a diferença entre poder fazer tudo a pé ou precisar pegar três ônibus, entre ter que caminhar 5 ou 30 minutos até a estação de metrô, e entre poder ou não sair a noite sem preocupações. 

Caso não saiba como escolher onde ficar, aqui no blog tem um post sobre como descobrir se a localização de um hotel é confiável.

Erros de viagem que você não deve cometer: reservar sua hospedagem sem pensar na localização! Confira outros erros comuns que viajantes cometem e como evitá-los ness post!
A vista é incrível, mas será que é fácil chegar nesse hotel? Será que a região é segura?

4 – Ficar preso ao roteiro

Quando planejamos uma viagem, é normal montarmos um roteiro com os passeios, restaurantes e outras atrações para visitar a cada dia. Infelizmente, na prática, nem sempre é possível – ou até mesmo não queremos – seguir esse roteiro a risca. E não tem problema! 

Não fique preso ao seu roteiro, ele é apenas um plano, uma sugestão a ser seguida. Se na hora você não tiver vontade de fazer o que foi planejado, seja porque o passeio não te atrai mais, porque o tempo está ruim e você prefere deixar para outro dia ou por qualquer outro motivo, não se sinta mal e faça o que tiver vontade. Lembre-se que a viagem é para ser divertida, e fazer o que você não está afim, como se fosse uma obrigação, não vai te deixar feliz, né? 

Caso mude de planos lembre, como falei no item #2 dessa lista, de avisar seus amigos ou família, para eles saberem onde você realmente vai estar.

5 – Não levar remédios que você já está acostumado

Essa dica é válida para todos os destinos, mas especialmente para os Estados Unidos, onde as farmácias são o paraíso e você encontra vários tipos de remédios diferentes. Sem problemas você querer comprar alguns deles durante sua viagem (juro que isso é algo que faz parte da lista de compras de várias pessoas), mas imagina tomar um analgésico para dor de cabeça desconhecido, reagir mal e perder um dia inteiro da viagem no pronto-socorro para se recuperar de uma reação alérgica? 

Por isso é importante que você sempre leve na mala os remédios que já está acostumado a tomar. Você já conhece os efeitos que eles vão te causar, sabe que não tem alergia a fórmula e sabe qual o mais indicado para cada problema que pode surgir. Viagem não é o momento para testar aquele medicamento novo que você leu sobre num grupo de Facebook e resolveu comprar!

6 – Fazer economias bobas

Um dos erros de viagem que eu já cometi diversas vezes, pois sempre tento economizar ao máximo. A verdade é que, quando você está em outro país, economizar 5 dólares mas demorar 2 horas para chegar ao local, em vez de gastar 10 e chegar em 20 minutos é uma economia boba, não compensa. 

Lembre que viajando, você não está apenas gastando dinheiro, mas também tempo, e ele é melhor aproveitado se você estiver se divertindo e explorando seu destino do que economizando centavos. 

Claro, se estiver com o orçamento extremamente apertado faça todas as economizas possíveis para ainda poder viajar, mas caso tenha um pouco de dinheiro sobrando, saiba quando é hora de economizar e quando é mais inteligente gastar um pouco mais.

7 –  Não comprar ingresso para as atrações populares com antecedência

Para destinos muito turísticos, como Paris, Roma, Barcelona ou até mesmo Nova York, as principais atrações costumam ter filas enormes para comprar ingresso, mesmo no começo do dia. A melhor opção para economizar tempo (e muitas vezes dinheiro) é comprar seu ingresso com antecedência, assim você garante que vai conseguir fazer o passeio e muitas vezes nem pega fila, ou pega uma muito menor.

Os preços dos ingressos, se não mais baratos quando comprados antecipadamente, costumam ser iguais na bilheteria, e as vezes você também consegue adquirir online combos que incluem várias atrações por um valor bem menor que presencialmente. Para encontrar esse tipo de oferta, e para comprar seus ingressos para as principais atrações ao redor do mundo, eu recomendo o site da Get Your Guide. 

8 – Não usar a tecnologia a seu favor

Vamos falar a verdade, a tecnologia tornou viajar em uma atividade bem mais simples. Por isso, um dos maiores erros de viagem é não usar a tecnologia a seu favor, já que ela acaba te poupando tempo e muitas vezes dinheiro, além de te responder perguntas como “como ir de atração A até atração B?”, “o que está escrito nessa placa?”, “o que quer dizer esse monumento?”.

Aqui no blog já tem uma lista de 10 apps que eu considero indispensáveis em uma viagem, com os meus favoritos sendo o Google Maps, para descobrir como usar transporte público no seu destino, e o Google Tradutor para conseguir entender a língua local. 

Lembrando que muitos desses aplicativos precisam de internet para funcionar. Caso não queria depender de redes de wifi abertas, a minha sugestão é comprar um chip de viagem, que te mantem conectado desde antes de você sair do avião. Nessa página eu expliquei tudo sobre o chip de viagem, vantagens, qual o melhor e onde comprar.

Não cometa o erro de não usar apps e internet para ajudar durante sua viagem! Leia mais sobre outros erros de viagem que você não deve cometer nesse post!

9 – Não pedir informações para quem mora no local

Pessoas que moram na cidade que você está visitando costumam ter ótimas recomendações, especialmente se elas trabalham no circuito turístico. Pergunte sobre onde comer, lugares diferentes para visitar, shows, bares secretos e o que mais for a sua praia. Certamente essas pessoas saberão te indicar onde ir.

Não deixe também de fazer perguntas em relação a segurança do local. O que eu costumo questionar, especialmente quando estou sozinha, é se a região é segura para andar de noite, se tem problema andar com o celular na mão, se é seguro ir a pé até tal lugar ou se é recomendado algum outro meio de transporte. 

Eu sei que podemos ler todas essas dicas na internet, mas especialmente as relacionadas a segurança, é bom confirmar com quem conhece melhor a área.

10 – Levar apenas dinheiro em espécie

Não estou falando que dinheiro em espécie é ruim, pelo contrário, das três principais maneiras de levar dinheiro em uma viagem, essa é a que possui menor taxa de IOF e a de mais fácil acesso a todos os viajantes.

O que quero dizer é para você não levar todo o seu dinheiro dessa maneira, mas colocar um pouco em um cartão de débito estilo travel money ou ter um limite no crédito caso seja necessário. Falo isso pois acidentes (ou até mesmo furtos dependendo do destino) não são incomuns, e você pode se encontrar completamente sem dinheiro em um país desconhecido. Já vi inúmeros relatos de pessoas que dormiram no aeroporto e levaram a mochila, pessoas que foram furtadas no hostel e por aí vai…

Tenha sempre uma maneira alternativa de conseguir dinheiro, e não deixe-a junto com o resto em espécie!

11 – Levar muita coisa na mala

Um dos erros de viagem que eu cometi por anos, mas que finalmente consegui ver que não estava me fazendo nenhum favor, especialmente depois que as companhias aéreas começaram a cobrar pelo despacho de bagagem. 

A verdade é que, independente da quantidade de dias da viagem, você tem suas roupas favoritas e provavelmente vai repeti-las inúmeras vezes. Você não precisa de três looks por dia, e com certeza não vai usar sete sapatos diferentes em uma viagem de turismo normal. Tente diminuir ao máximo o que você leva e, se possível, coloque tudo em uma mala de mão para evitar cobranças extras.

Aqui no blog tem um post com dicas de como arrumar a mala onde eu falo um pouco sobre como reduzir a quantidade de peças que você leva.

12 – Não olhar a previsão do tempo

Esse erro anda lado a lado com o de levar coisas demais na mala, mas aqui o problema seria levar as coisas erradas já que você não olhou a previsão do tempo. Isso porque, mesmo quando sabemos qual a estação no nosso destino, nem sempre isso quer dizer que entendemos qual será a temperatura.

Quer ver um exemplo? Quando fui para Londres em julho de 2013, levei apenas vestidinhos leves e um ou outro cardigan. A temperatura ficou em torno dos 15º na maior parte do tempo, e precisei fazer uma compra em libras (chorando) na Forever XXI para não passar frio, mesmo sendo alto verão. Cometi o mesmo erro em São Francisco em 2014 e, depois disso, eu sempre olho a previsão do tempo no meu destino para acertar no que levar na mala.

Para verificar as temperaturas e se você vai pegar chuva ou sol, minha sugestão é usar o app de previsão do tempo que vem no seu celular ou, se quiser uma previsão mais completa, o AccuWeather.

Parece que eu estava congelando nessa foto? Pois estava! Tá aí um erro de viagem que você não deve cometer: não consultar qual vai ser a TEMPERATURA no seu destino! Leia mais sobre esse e outros erros para não cometer em uma viagem nesse post!
Pensa em uma pessoa que estava congelando em Dezembro na África do Sul porque achou que ia estar um super calor… Nada, ventinho gelado na praia e me amaldiçoando por não ter levado uma roupa mais quente.

13 – Achar que você não vai cometer erros

Esse é o erro mais importante, e o que você não pode cometer de jeito nenhum. A verdade é que todas as viagens tem algum errinho, mesmo aquelas do seu influencer favorito que posta stories falando como a vida é perfeita 24 horas por dia. Você até pode considerar no final que sua viagem foi perfeita, mas pode ter certeza que essa sensação acontece apesar dos erros que foram cometidos, e não porque eles não aconteceram. 

Aceite os erros que você vai cometer, se perdoe por eles, siga em frente e lembre-se que, provavelmente, eles serão algumas das suas melhores histórias de viagem.

E aí estão, 13 erros de viagem que a maioria das pessoas comete, mas que agora você já sabe como evitar! Acha que faltou algum na lista? Deixa um comentário! :)

Gostou desse post? Salve no Pinterest para ler depois!

Descubra 13 erros de viagem comuns que você não deve cometer e como evitá-los nesse post! #viagem #dicasdeviagem #errosdeviagem

Alguns links nesse post são afiliados.


Deixe uma resposta

Fechar Menu