Seguro Viagem: Dicas para ajudar você a escolher o ideal!

Vai viajar e não sabe qual seguro escolher? Então clique no link e confira esse post para descobrir dicas e experiências reais sobre seguro viagem!

Eu estava bem nervosa quando fui para Paris. Não gosto de não saber falar a língua do meu destino, especialmente se for um lugar onde as pessoas tem fama de se esforçar para não falar inglês.

Juntando essa ansiedade com o frio que eu passei no avião na viagem de ida e uma imunidade super baixa na época, não deu outra: fiquei doente no segundo dia na cidade.

E, infelizmente, não foi uma gripe leve com um pouco de dor no corpo. Foi uma infecção de garganta das fortes, com muita febre e sem conseguir levantar da cama.

Minha sorte foi que meus pais haviam contratado um seguro viagem para todos, que foi acionado sem demora. Em poucos minutos um médico apareceu no nosso quarto do hotel, pronto para me examinar.

Em uma mistura de inglês e francês, ele confirmou o que eu já suspeitava: era uma amigdalite, que necessitava de antibióticos e muito repouso. Fiquei arrasada, e só saí do hotel dias depois para conhecer uma parte do Louvre.

A boa notícia é que me recuperei completamente em pouco tempo, e até consegui visitar os estúdios do Harry Potter em Londres!

Acho que essa história deixa claro porque eu considero o seguro viagem uma parte fundamental do meu planejamento de viagem. Não importa se são 7 ou 120 dias, sempre faço um contrato que tenha um bom valor de cobertura médica.

Muitos viajantes consideram esse item opcional, e consideram só desembolsar o dinheiro caso alguma coisa aconteça. Acho essa estratégia um grande erro. Em alguns países, com os Estados Unidos, uma visita a uma clínica de pronto-atendimento pode chegar a custar US$400. Com esse valor, na maioria dos casos, seria possível contratar até quatro seguros, o qual também reembolsaria o preço de eventuais medicamentos.

E não serve só para a parte médica, viu? A maioria deles cobre outras situações como extravio de mala e alterações ou cancelamento de voos.

Descubra nesse post porque viajar com um seguro viagem é tão importante!

Antes de contratar o seguro, recomendo que você dê uma olhada nos seguintes itens:

O que é preciso saber antes de contratar um seguro viagem

  • Se você já tem um seguroCartões de crédito premium, como Mastercard Platinum ou Visa Platinum, oferecem o seguro viagem como benefício para os titulares, bastando que as passagens sejam emitidas com o cartão. Se você vai viajar em família atente-se as regras: esses seguros costumam cobrir apenas o titular, cônjuge e filhos de até 24 anos (pode variar).
  • Valor de cobertura para despesas médicas: Parece um exagero contratar uma cobertura de US$100.000 para 15 dias de viagem, mas depende do seu destino. Verifique qual o preço médio dos atendimento médico no país e escolha um valor adequado. Apesar das outras comodidades serem interessantes, a parte de saúde deve ser a sua principal preocupação.
  • O que está coberto (e o que não está): Alguns seguros cobrem doenças pré-existentes, problemas odontológicos e até acidentes por prática de esportes radicais, outros não. Pense no seu roteiro, nas atividades que planeja fazer e contrate um seguro que cubra os possíveis acidentes. Vai voar com uma cia aérea famosa por atrasar os voos? Escolha um seguro que cubra despesas no aeroporto ou até de hospedagem para esses casos. Vai fazer um bungy jumping na Nova Zelândia? Opte por uma seguradora que lide com esses casos (para viagens de aventura, eu recomendo o seguro da World Nomads).
  • Carência: Fique atento para não comprar em cima da hora, pois alguns seguros tem um período de carência, e não podem ser acionados até que esse tempo passe.

Qual seguro viagem escolher?

Eu vou te poupar de copiar o nome de todas as seguradoras e suas coberturas aqui nesse post. A verdade é que a maioria delas é confiável, e cada pessoa vai ter um tipo diferente de experiência de acordo com seu destino e apólice.

Resolvi, então, escrever sobre a minha experiência com diferentes empresas. Desde 2013 eu e minha família já acionamos os seguros da Travel Ace Assistance, ISIS Brasil (agora Easy Seguros), o seguro do cartão Mastercard Platinum e o Vital Card. A ordem que os relatos aparecem é apenas cronológica, e não retrata uma preferência.

Travel Ace Assistance

Foi o seguro contratado pelos meus pais na nossa viagem para Paris, e o que mandou o médico super rápido para me atender. Não pagamos nada na hora, mas escolhemos arcar com os medicamentos. O preço foi em torno de €5, e achamos que o incômodo para conseguir o reembolso não valeria a pena.

Utilizamos novamente em viagens para os Estados Unidos e para Argentina e, em ambos os casos, fomos bem atendidos, encaminhados para clínicas de pronto-atendimento e não foi preciso desembolsar nada do nosso próprio bolso. Se você tiver dificuldades para telefonar para o número sugerido, pode entrar em contato através do aplicativo da seguradora.

Imagina ficar doente no meio da viagem dos seus sonhos? Foi o que aconteceu comigo em Paris! Clique no link e descubra tudo sobre o seguro viagem, que pode te salvar nessas horas!
Primeiro (e praticamente único) dia em Paris!

ISIS Brasil (Atual Easy Seguros)

Escolhi esse seguro para os meus intercâmbios para a Austrália e para a Disney.

Não fiz uso na primeira viagem, mas em Orlando suspeitei que, novamente, estava com uma amigdalite. Liguei para a central de atendimento e, ao perguntar como proceder, eles me deram o endereço de uma clínica rápida. Ao chegar, para minha surpresa, a seguradora ainda não havia feito contato, e precisei esperar quase duas horas e ligar várias vezes até que finalmente pudesse ser atendida sem pagar nada.

Fui fazer uma cotação no site e descobri que o nome agora é Easy Seguro Viagem, não mais ISIS. O valor para uma viagem para os Estados Unidos por 15 dias tem preço mínimo de R$398 com US$50.000 de cobertura (valor de outubro/2016).

Mastercard Platinum

Escolhido para uma viagem para os Estados Unidos, apesar do valor da cobertura ser inferior às outras segurados.

Meu pai precisou acionar e foi encaminhado para uma clínica pela central, porém eles também demoraram para entrar em contato. Dias depois, para nossa surpresa, chega uma conta de US$350 do atendimento, já que a empresa alegava que o seguro nunca pagou pelo serviço prestado.

Depois de reclamar por meses com a Mastercard, eles finalmente aceitaram pagar, mas foi um sufoco. Só recomendo se realmente não for possível arcar com um outro seguro.

Vital Card

Também foi meu pai que acionou esse, mas dessa vez para uma emergência odontológica. O serviço foi excepcional, e eles mesmos marcaram uma consulta para o meu pai baseado na localização dele no momento do telefonema.

Uma semana depois eles ligaram para perguntar como tinha sido o atendimento e se o problema havia sido resolvido. Achei o atendimento excelente e recomendo, além de ter um preço bem competitivo. Uma apólice para 15 dias nos Estados Unidos custa entre R$188 com US$10.000 de cobertura até R$1036 com US$1 milhão.

Como economizar no seguro viagem

Para conseguir um preço ainda mais competitivo, minha sugestão é utilizar um comparador de preço de seguros.

Gosto muito da Seguros Promo, pois além de trabalharem com as principais seguradoras do país, eles oferecem a opção de parcelar em até 12x sem juros, e costumam ter preços melhores que os sites oficiais. Você ainda pode utilizar o cupom de desconto “ALYSSAPRADO5” para conseguir um valor ainda melhor. 


Comparar

Gostou desse post? Salve no Pinterest para ler depois!

Descubra nesse post como escolher o seguro viagem ideal para você!

Alguns links nesse post são afiliados.

Este post tem 4 comentários

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Receba grátis
DICAS E OFERTAS DE VIAGEM
Além de um PDF com 20+ recursos para ajudar a planejar sua próxima viagem!
EU QUERO!
close-link