Roteiro por Nova York – O que fazer em 7 (ou mais) dias na cidade!

Não sabe o que colocar no seu roteiro por Nova York? Então leia esse post e veja ideias do que fazer em até 7 dias na cidade!

No momento em que escrevo esse post, eu já visitei Nova York três vezes.

Cada uma dessas visitas foi uma experiência única e, se eu quisesse, poderia ter conhecido atrações diferentes em cada uma delas. Para ser sincera, nunca visitei uma cidade com tantas coisas para fazer como a Big Apple, e sai de lá todas as vezes sentindo que faltou fazer muita coisa.

Se o seu interesse é fazer os passeios clássicos, no entanto, eu diria que sete dias são o suficiente. Essa quantidade é ideal para conhecer os principais pontos turísticos sem precisar ter pressa, podendo apreciar os museus, parques e até fazer compras com calma.

Como a cidade é enorme, o ideal é se planejar e fazer as atrações que são próximas em um mesmo dia. Não adianta tentar ir até o Brooklyn e visitar o Museu de História Natural no mesmo dia, por exemplo, pois eles ficam de lados opostos e você vai perder muito tempo com deslocamento.

Eu sei… esse planejamento parece difícil, afinal NYC tem muitos bairros e passeios. Mas não se preocupe! Para te ajudar, montei um roteiro por Nova York com sugestões para 7 dias na cidade, onde já separei as atrações por região.

No final do post, ainda dei algumas dicas extras caso você tenha mais tempo de viagem!

Como se locomover por Nova York

A melhor forma de andar pela cidade que nunca dorme é usando o metrô. O trânsito é caótico e você só vai se estressar se alugar um carro ou for usar uber. O sistema do subway é mais barato, rápido e eficiente, e leva para todos os lugares que estão no roteiro. Para economizar, sugiro comprar o passe ilimitado de uma semana por US$35.

Aqui no blog tem um post com dicas de como usar o metrô e não se perder, e outro sobre como chegar ou sair dos principais aeroportos da região usando transporte público.


Onde se hospedar em Nova York

Mesmo com o metrô levando para todos os lugares, o ideal é se hospedar perto dos principais pontos turísticos, como Times Square e Central Park. Eu tento ficar sempre entre as ruas 40th e 100th, e nunca tive problemas para chegar a lugar nenhum. Durante as minhas viagens experimentei diversas acomodações em várias faixas de preço. As que mais recomendo são:

  • HI NYC Hostel: Sem dúvidas o melhor hostel da cidade, perto do Central Park e do lado de uma estação de metrô. O prédio é enorme, tem cozinha para os hóspedes, várias áreas comuns para quem quer fazer amizade, e o local ainda oferece tours com guias todos os dias para vários pontos turísticos. Tem post aqui no blog com resenha completa. Nota no Booking: 8,4.
  • Crowne Plaza Times Square: No coração da Times Square, é só sair pela porta que você já vai estar na rua mais famosa de Nova York. Os quartos são super modernos e charmosos, tem um restaurante e bar no local e, claro, a localização é imbatível. Nota no Booking: 8,2.

Também já escrevi aqui no blog um post com outras opções de hospedagem barata em Nova York!


Roteiro por Nova York – O que fazer em 7 dias na cidade

Dia 1: Midtown Manhattan – Times Square, 5ª Avenida, Central Park e Broadway

Não tem como começar uma viagem para Nova York sem passar na Times Square e no Central Park. Esses são alguns dos pontos turísticos mais famosos do mundo e por uma boa razão! Já aviso que esse é o dia em que você mais vai andar, então se prepare e vá com um calçado confortável!

A ideia é começar a acabar no mesmo lugar, assim você consegue ver a região da Times tanto de dia quanto de noite. Não estranhe se você não achar a Times Square no mapa, pois na verdade ela é uma área e não uma rua propriamente dita. A região com esse nome fica na intersecção da Broadway com a 7ª Ave.

Desça no metrô das ruas 50th ou 49th – o que for mais fácil de acordo com sua localização – e vá seguindo a 7ª avenida no sentido downtown (ou seja, que o número das ruas vão diminuindo). Nessa área você vai ver os famosos degraus, uma Forever XXI gigante, uma loja gigantesca do M&M’s, Hard Rock Cafe e várias outras lojas…

Tome seu tempo, visite as lojas que desejar, tire vários fotos e, quando chegar entre a 44th e 42nd, siga a pé em direção a 5ª Avenida (leste). Lá você encontra algumas lojas de marcas de luxo, assim como outras mais acessíveis como GUESS, H&M, Urban Outfitters e até mesmo Microsoft e Apple.

Na 5ª, ande na direção contrária, e vá subindo para uptown até chegar na 58th, onde fica a entrada para o Central Park. Se estiver próximo do horário do almoço e estiver com fome, entre nas ruas 55 ou 56 em direção a 7ª avenida, onde existem vários restaurantes com comida italiana, japonesa, chinesa, grega, mexicana e o que mais você conseguir pensar. Para algo rápido, recomendo o 5 Guys (de longe o melhor fast food dos Estados Unidos). Outra opção é o Black Tap, que serve comida americana e tem milkshakes dignos de Instagram.

Chegando no Central Park, saiba que ele é gigantesco e você não deve ir sem um plano. Descubra quais são as principais atrações que você quer ver e faça uma rota até elas usando o Google Maps. Os pontos mais famosos são Bethesda Terrace, Strawberry Fields e o Carrossel. Minha sugestão é fazer o caminho nessa ordem, assim você já está quase de volta a Midtown quando chegar no final.

Saia do parque pela saída da Columbus Circle, e aproveite para conhecer o Turnstyle Underground Market, dentro da estação de metrô. Esse mercado subterrâneo conta com vários restaurantes e lojas, e se quiser um snack vale experimentar os donuts da Doughnuttery ou a comida boliviana do Bolivian Llama Party (a batata frita é maravilhosa).

Para terminar o dia, já que você já estará na região, eu recomendo assistir a um espetáculo da Broadway. Tem post aqui no blog falando sobre os musicais mais clássicos – como o Fantasma da Ópera – e sobre outros shows, como os da Disney. Lembre de comprar os seus ingressos com antecedência, assim você consegue os melhores lugares e não corre o risco de chegar lá e estar esgotado. Eu recomendo comprar com a WePlann, que vende entradas para as apresentações mais concorridas, sem IOF e ainda permite pagar parcelado.

Se achar que vai ficar muito cansativo, você também pode deixar a Broadway para o dia dos bairros diferentes ou o dos museus.

O legal é que você estará de noite na Times Square, e vai poder aproveitar as luzes tão características dessa parte da cidade!

Times Square a noite! Montando seu roteiro por Nova York? Então confira esse post e veja o que você não pode perder na cidade!

Dia 2: Midtown Manhattan – Grand Central, Library, Bryant Park e Empire State Building

Comece o dia pegando o metrô e descendo na estação da 42nd Street, para visitar a Grand Central Station. O prédio é lindo e conta com diversas lojas – inclusive uma nova Apple Store enorme – além de ótimos lugares para fazer uma refeição. Se não tiver comido café da manhã no hotel, minha sugestão é experimentar as delícias da Magnolia Bakery, que fica no piso inferior da estação.

Depois da visita, saia pela saída da 42nd Street e ande em direção a Lexington Ave para observar a magnitude do Chrysler Building, que já foi considerado o arranha-céu mais alto do mundo. Tire umas fotos e, em seguida, siga a pé na a rua 42 na direção leste até a 5ª Avenida, onde você encontrará a New York Public Library. É possível entrar no prédio e conhecer o ambiente gratuitamente, a arquitetura é lindíssima e é um ótimo lugar para descansar um pouco.

Atrás da biblioteca fica o Bryant Park, parque com área verde, cafés e restaurantes. Você pode aproveitar para fazer um snack em uma das barraquinhas, ou comprar sua comida e comer no gramado. Ali pertinho tem um Mc Donald’s, Panera Bread, poke e até mesmo um Chipotle.

A partir daí você tem duas opções: seguir a 5ª Avenida até a 34th Street e chegar no Empire State Building ou, se tiver tempo e disposição, seguir pela 7ª Avenida. Nessa altura você encontrará o museu de cera da Madame Tussaud, a loja de quadrinho Midtown Comics e até a famosa de tecidos Mood, famosa pelo reality Project Runway. Vá descendo a 7ª até a rua 34, e aí siga em direção a 5ª Avenida para o Empire State. No caminho existem várias lojas, inclusive uma Victoria’s Secret gigante!

Dependendo do horário que você chegar no Empire State Building, vai ser possível ver o pôr do sol lá do alto. A vista é deslumbrante e fica ainda mais emocionante com o cair da noite, quando a cidade se acende! Como as filas são grandes, especialmente na alta temporada, recomendo comprar o ingresso com antecedência! Na WePlann você consegue pagar em reais, sem IOF e parcelado!

Grand Central Station! Montando seu roteiro por Nova York? Então leia esse post e veja dicas do que fazer em 7 dias na cidade!

Dia 3: Lower Manhattan – 9/11 Memorial, Wall Street, Estátua da Liberdade e One World Trade Center

Essa parte do roteiro por Nova York é para você conhecer uma parte diferente da ilha de Manhattan! Comece pegando o metrô para uma das estações perto do memorial do onze de setembro (Fulton St. ou Cortlandt St.), e visite o parque em homenagem às vítimas da tragédia que mudou a cidade.

Observação: Tire fotos do memorial mas, POR FAVOR, lembre que esse é um local que remete a tristeza e aja de acordo! Nada de boomerang pulando pois não tem nada a ver com o clima do lugar!

Se tiver interesse em conhecer mais sobre o acontecimento, você pode visitar o museu que fica no mesmo local. As filas costumam ser bem grandes então chegue cedo. Antes de seguir para outra região, dê uma passada no The Oculus, uma das estações mais caras do mundo e que é combinada com um shopping, cheio de lojas! A arquitetura é incrível e rende ótimas fotos.

Se já estiver com fome, a dica é comer no Eataly, famoso mercado de comida italiana que fica ao lado do memorial, ou atravessar a avenida e comer no Le District, que seria o equivalente francês.

De lá, siga para a Wall Street – você pode tanto ir a pé ou pegar o metrô na Fulton Street e descer na Bowling Green Station. O cenário é cheio de prédios altos e não muito emocionante, mas ande até o famoso Touro de Wall Street, que agora é acompanhado da Fearless Girl. Reza a lenda que pegar nas bolas do touro traz boa sorte, rs.

Se tiver deixado para almoçar por aqui, a sugestão é a Artichoke Basille Pizza, considerada por muitos a melhor pizza de Nova York (eu amei!).

Depois disso, é hora de conhecer um dos pontos turísticos mais icônicos do mundo: a Estátua da Liberdade. Se você fizer questão de ir até a ilha onde fica a estátua, é preciso comprar um ingresso para o ferry que custa US$18.50. A compra deve ser feita com antecedência através do site oficial.

Caso esteja querendo economizar, você pode pegar o ferry gratuito para Staten Island, que sai de meia em meia hora. Ele não passa tão perto da estátua assim, mas você tem uma visão melhor do que se estivesse na ilha, rs.

Ao terminar o passeio, você pode seguir um dos seguintes roteiros:

  • Ou, caso não queira ver a cidade do alto de novo, pegue o metrô e conheça outros pedaços de Lower Manhattan. Eu, por exemplo, fui até a estação West 4St Washington Square e desci no Washington Park. Nessa região existem diversos restaurantes ótimos para jantar, e a confeitaria que vende massa de biscoito (cookie dough) na casquinha, a DŌ.

Estátua da Liberdade em NY! Montado seu roteiro por Nova York? Então descubra as atrações que você não pode perder nesse post!

Dia 4: High Line, Chelsea Market, Museu de Arte Moderna, Hoboken

Comece o dia pegando o metrô e indo até as estações da rua 34 ou 23. Siga em direção ao Hudson River até encontrar a entrada para o High Line, parque suspenso feito em cima dos antigos trilhos ferroviários da cidade. A vista é linda e você faz uma caminhada super agradável.

No High Line, siga em direção downtown e desça nas saídas das ruas 15 ou 16, para conhecer o Chelsea Market. Esse mercado tem de tudo: decoração, papelaria, roupas, acessórios e muitos lugares bons para comer. Se ainda não tiver tomado café da manhã ou quiser lanchar, minha dica é experimentar os donuts da Doughnuttery ou alguma delícia da Sarabeth’s. Para o almoço, a sugestão fica com os tacos do LOS TACOS No.1 ou para os clássicos da Creamline.

Depois do parque, você pode seguir um dos dois roteiros abaixo, dependendo de qual for seu tipo de atração favorito:

  • Seguir para o Whitney Museum of American Art, museu de arte contemporânea que é uma obra de arte por si só. De lá, desça para o prédio onde foi gravado o seriado Friends (pode ir andando para conhecer mais dos arredores ou pegar o metrô até a estação Christopher St.). Depois de tirar umas fotos, siga pela Christopher St. até o píer 45 do Hudson River Park, lugar perfeito para assistir ao pôr do sol.
  • Ou, você pode pegar descer até a estação da rua 14, pegar um PATH (espécie de trem, não aceita o bilhete do metrô) e descer em Hoboken. Ela é uma pequena cidade do outro lado do rio, onde fica a Carlo’s Bakery original. Depois de comer uns doces, ande pelo parque na beira do rio e espere pelo pôr do sol, você terá uma vista espetacular do skyline de Manhattan. Para voltar para a ilha é só fazer o caminho inverso usando o PATH.

Essa região do West Village onde ficam tanto o píer 45 do Hudson River Park quanto o ponto do PATH tem inúmeros restaurantes e barzinhos, então é um ótimo local para terminar a noite! Escolha uma das opções e se divirta! :)

Skyline de Manhattan visto de Hoboken! Na dúvida na hora de montar seu roteiro por Nova York? Então veja ideias para 7 dias na cidade nesse post!

Dia 5: Brooklyn Bridge, Flea Market, Prospect Park e Brooklyn Heights

Nosso roteiro por Nova York não pode passar apenas por Manhattan. Hoje é dia de visitar uma das vizinhanças mais famosas da região: o Brooklyn! Se estiver viajando no verão, faça esse roteiro em um domingo para pegar o Flea Market no Dumbo. No inverno, ele acontece sábados e domingos no Atlantic Center.

Antes de começar, é preciso decidir se você quer atravessar a Brooklyn Bridge. A travessia de pedestres tem em torno de 1,6 km e tem uma ótima vista, além de render ótimas fotos. Caso queira atravessar, pegue o metrô até a Brooklyn Bridge City Hall Station e comece sua caminhada para sair da ilha. Se não for atravessar, pegue o metrô até a York St. Station, já fora de Manhattan.

Independente da sua escolha, ao chegar no Brooklyn ande em direção ao Dumbo, um ótimo local para fotos com a Manhattan Bridge de fundo. Ande pelo parque que fica na beira da água, tire fotos no Carrossel e com as duas pontes.

Se você tiver viajando no verão, aproveite que já está na região e visite o Flea Market que acontece por lá. Caso esteja viajando no inverno, pegue o metrô High Street Station e desça na Lafayette Avenue Station onde estará ocorrendo o Flea Market. Aproveite que nessa epóca o mercado é junto com Smorgasburg, feira gastronômica maravilhosa! Verifique os horários e locais no site oficial.

Da feira, dependendo de quanto tempo resta no dia, você pode pegar o metrô na mesma estação e ir até o jardim botânico do Prospect Park, ou se estiver tarde voltar para a região do Dumbo e assistir ao pôr do sol. A dica é ficar mais para a esquerda, na região da Brooklyn Heights Promenade, e de lá seguir para a Montague Street, cheia de restaurantes e lojas.

Brooklyn Bridge! Monte seu roteiro por Nova York com as ideias desse post! Dicas do que fazer na cidade por 7 dias ou mais!

Dia 6: SoHo, Chinatown e Little Italy

O sexto dia é dedicado a diferentes bairros da ilha de Manhattan. Você vai passar por ótimos lugares para tirar fotos para o Instagram, restaurantes maravilhosos, compras (desde as baratas até as mais caras) e experimentar diferentes culturas em poucas horas. O roteiro é todo a pé (as regiões são próximas), então se prepare para andar!

Esse roteiro pode levar o dia inteiro ou, se só quiser conhecer sem fazer compras ou comer, poucas horas. Se escolher a segunda opção, existe um walking tour gratuito que passa pelos três bairros. Você pode usar o restante do tempo para descansar, explorar a região perto do seu hotel ou até repetir algum passeio.

Comece pegando o metrô para o SoHo, parando na estação Prince St. O bairro – que tem esse nome por ser ao sul da rua Houston (South of Houston) – é cheio de boutiques, marcas locais e deliciosas cafeterias e restaurantes da moda. Ao descer da estação, siga a Broadway em direção a downtown e em seguida entre Broome St. em direção ao rio Hudson (oeste). Lembre de ir parando para observar os prédios e entrar nos lugares que te interessarem!

No final da Broome fica a Black Tap, hamburgueria famosa por seus milkshakes. Dependendo de quanto tempo você levou para chegar lá, pode ser que esteja com fome, então fica a sugestão para o almoço. Se só quiser um snack, aproveite que ali perto, na Sullivan St., fica a Dominique Ansel Bakery, uma das padarias mais conhecidas da cidade.

Depois disso, siga em direção downtown até a Canal St. e de lá vá seguindo até chegar na rua Lafayette. Nessa altura fica o Canal Street Market, um mercado cheio de roupas e artigos de decoração. Ali perto também fica o NOMO, hotel com uma entrada perfeita para tirar fotos!

Continuando pela Canal St. você chegará em Chinatown. Não tem como não reparar na mudança de bairro, pois as placas começam a estar escritas em chinês e aparecem inúmeros camelôs pelas ruas. Se você pretende comprar lembrancinhas de Nova York, aqui é o lugar, pois os preços são muito mais baratos que os praticados na Times Squares.

A minha sugestão nessa região é andar pelas ruas e entrar nos mercados e lojas. Tem muita coisa boa e barata, e se você gosta de cosméticos asiáticos, tem muitas farmácias e lojas para se acabar. Se você ainda não tiver comido, recomendo ir no Nom Wah Tea Parlor, restaurante super tradicional e com ótimo preço (o cardápio tem fotos, então não precisa se preocupar).

O próximo bairro é Little Italy, e os principais atrativos são restaurantes e cafés. Se ainda não estiver com fome para ir comer uma pizza, sugiro andar pelo Columbus Park e aproveitar mais Chinatown.  Quando estiver pronto, siga a Mott St. em direção uptown, tire uma foto no Chinatown Sign e então entre na parte italiana da cidade. Os restaurantes mais tradicionais são o Rubirosa e o Lombardi’s, e é difícil decidir entre as tantas opções de pizza. Se não quiser fazer uma refeição, ali também tem a Ferrara Bakery, onde você pode conseguir um tradicional gelato.

Chinatown! Monte seu roteiro por Nova York com esse post! Dicas do que fazer na cidade em 7 dias ou mais!

Dia 7: Natural History Museum, MoMa, Metropolitan e Top of the Rock

O último dia do roteiro por Nova York é o mais cultural, além de passar pelo Central Park e pela Times Square para você se despedir dos ícones da cidade.

Aqui você pode começar pegando o metrô direto para o Museu de História Natural, na estação da rua 81, ou, se ainda não tiver tomado café, descer na 72 Street / Broadway e andar até a 74th St. para experimentar os cookies da Levain Bakery. Eles são maravilhosos e eu tô sofrendo escrevendo esse post e pensando neles, rs.

No museu, se quiser poupar tempo e furar fila, compre seu ingresso com antecedência. Se quiser economizar, no entanto, vá até os balcões da bilheteria (não valem os totens eletrônicos) e pague o quanto você quiser pela entrada. São cinco andares e eu recomendo reservar pelo menos umas duas horas para aproveitar com calma.

Quando acabar, atravesse o Central Park para o Upper East Side. Você pode usar a 79th Street Transverse para isso, e parar em pontos como o Shakespeare Garden e o Obelisk. Na extremidade do parque você encontrará o The Metropolitan Museum of Art, com os degraus famosos e muito figurados em Gossip Girl. O preço é de US$25 por pessoa e você pode comprar antecipado para evitar filas. A entrada também dá direito a visitar o Met Fifth Avenue, o Met Breuer, e o Met Cloisters.

Do MET, ande até a rua 86 onde fica a estação de metrô. Por ali ficam diversos restaurantes, então é uma boa parada caso queira almoçar. Tem um Whole Foods onde costuma ter buffet por peso, e até um Shake Shack, fast-food tradicional de Nova York com hambúrgueres deliciosos!

Pegue a linha N do metrô até a estação da 5ª Avenida e ande em direção downtown até chegar na rua 54. Nessa rua, entre a 5ª e a 6ª fica o Museu de Arte Moderna – MoMa. O preço é de US$25 por pessoa, mas sexta entre as 4pm e as 8pm é de graça (apesar de lotado). Ali do lado também fica aquela estátua gigante com os dizeres “LOVE”.

Depois dos museus, dependendo do horário você pode aproveitar para ver algumas lojas e, se quiser ver a cidade do alto pela última vez, andar pela 5ª avenida em direção downtown até chegar no Top of the Rock (entre a 50th e a 49th). Compre seu ingresso com antecedência e evite as filas, além de pagar em reais, sem IOF e parcelado. A vista é uma das mais legais, pois você consegue ver o Empire State Building. Dependendo do horário você consegue até pegar o pôr do sol!

Minha sugestão para encerrar a viagem é voltar para Times Square (é na mesma altura, só subir para a 7ª) e ver as luzes pela última vez! Já deixou saudades, né?

Vista do Top of the Rock em NY! Montando seu roteiro por Nova York? Então leia esse post e veja dicas do que fazer em 7 ou mais dias na cidade!
Do Top of the Rock você consegue ver o Empire State Building!

E aí está, um roteiro por Nova York completíssimo passando pelas principais atrações da cidade! Dicas de passeios, restaurantes, locais para fotos e muito mais!

Tem mais tempo na viagem? Algumas sugestões de passeios são:

  • Outlet: O Jersey Gardens fica pertinho de Nova York e tem uma das melhores seleções de lojas que eu já vi, incluindo Victoria’s Secret! Você pode pegar um ônibus para lá na Penn Station.
  • Bate e volta para Washington: A capital dos Estados Unidos fica pertinho de NYC e existem várias excursões de um dia! Essa da WePlann, por exemplo, conta com guia em português e passa pelo Memorial de Abraham Lincoln e pelo exterior da Casa Branca. Você também pode fazer um bate e volta para Boston ou para a Filadélfia.
  • Visitar outros museus: Aqui no roteiro eu inclui os mais famosos, mas a cidade é cheia de museus, galerias e exposições! Algumas opções são Guggenheim, Brooklyn Museum, New Museum of Contemporary Art e o Museum of the Moving Image.
  • Cenários de filmes e seriados: Gossip Girl, Sex and the City, Esqueceram de Mim… são muitas as histórias que se passam em New York, e visitar os seus principais pontos é um passeio super divertido! Aqui no roteiro eu já coloquei o prédio do Friends, escadaria do MET e a Magnolia Bakery, mas existem vários outros lugares!

Acha que faltou alguma coisa? Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário e vamos conversar! :)

Gostou desse post? Salve no Pinterest para ler depois!

Com dúvidas na hora de montar seu roteiro por Nova York? Então confira esse post com dicas do que fazer em 7 ou mais dias na cidade que nunca dorme! #novayork #newyork #estadosunidos #viagem #roteiro #timessquare

Alguns links nesse post são afiliados. No caso de museus e atrações como os observatórios, tanto a WePlann como a Get Your Guide oferecem preços que podem ser mais altos que os dos sites oficiais. A vantagem é que com a WePlann você consegue comprar parcelado, em reias e sem IOF. Onde fazer a compra fica a seu critério! =) 

Deixe uma resposta

Fechar Menu