Dicas

Como descobrir se a localização de um hotel é confiável

17 de agosto de 2017

Como saber se a localização do hotel é confiável?

Você já reservou, sem querer, um hotel na parte errada da cidade?

Eu já.

Foi em San Francisco, e até hoje eu tenho má impressão da região por causa disso.

Nosso hotel era ótimo: quarto confortável, staff prestativa, internet boa… Mas a vizinhança era assustadora.

Os próprios funcionários nos incentivaram a não explorar a pé, e sim utilizar o serviço de van grátis para os principais pontos turísticos que eles ofereciam.

Toda vez que entrávamos no veículo para seguir em direção aos bairros mais nobres, eu ficava apreensiva. E olha que estávamos nos Estados Unidos, país de primeiro mundo.

Claro, não ajudou que estava frio e ventando em pleno verão, e que tudo na cidade era caríssimo. Mesmo assim, sei que a sensação de insegurança foi o que me impediu de adorar San Francisco.

O ponto positivo desse episódio é que agora eu pesquiso muito sobre a localização dos hotéis em que pretendo me hospedar. Descobri que adotando algumas práticas, é possível encontrar hospedagem em áreas seguras mesmo que eu nunca tenha visitado a cidade.

Nesse post eu vou dar algumas dicas para você escolher um hotel em uma boa região, mesmo não conhecendo nada sobre o seu destino.

Como descobrir se a localização de um hotel é confiável

Pesquise sobre onde se hospedar antes de procurar hotéis

Como todos os passos de um planejamento de viagem por conta própria, descobrir onde se hospedar envolve muita pesquisa.

E eu recomendo que você descubra onde se hospedar antes de procurar por hotéis. Imagina se apaixonar por uma acomodação com ótimo preço, só para descobrir depois que a região é perigosa? Você vai ficar comparando esse hotel com os que ficam em áreas melhores, e dificilmente vai encontrar hospedagem com qualidade semelhante pelo mesmo preço em bairros mais seguros.

A mesma sugestão vale para quando você vai ficar em um hostel ou airbnb. Se você não sabe do que estou falando, veja esse post com 5 alternativas de hospedagem para usar em viagens.

E como descobrir onde ficar?

Sites e blogs

Para começar a pesquisa, eu gosto de usar o Google. Simples e direto.

Uma busca por “What’s the best place to stay in…” (qual o melhor lugar para ficar em…) pode indicar as melhores regiões. Para destinos internacionais, costumam existir mais resultados em inglês. Não tem problema se você não dominar a língua, é só fazer a mesma busca com a frase em português.

Pessoalmente, eu gosto de começar com as informações de grandes veículos de viagem, como a Lonely Planet, ou revistas como Viagem e Turismo. Apesar de serem publicações impressas, o conteúdo digital não deixa a desejar.

Para opiniões pessoais, não é surpresa que eu seja partidária de ler blogs. Gosto especialmente daqueles que são dedicados ao meu destino (blog que fala só da Califórnia e eu estou indo para Los Angeles, por exemplo), mas os que falam sobre todos os lugares também são legais. Esses últimos possuem uma visão mais turística do local, e provavelmente já fizeram a mesma pesquisa que você e escolheram aquele local por uma razão.

Fóruns e Grupos

Melhor do que ler sobre a experiência de outras pessoas, é poder tirar dúvidas diretamente com elas. Para isso servem os fóruns.

O meu favorito é o dubbi, totalmente em português e que reúne viajantes de todo o Brasil. Você pode aprender sobre o seu destino com as perguntas das outras pessoas, ou fazer os seus próprios questionamentos.

Leia também: Conheça o dubbi – Plataforma colaborativa de viajantes para viajantes!

Se você consegue se virar com o inglês, o fórum do TripAdvisor também é recheado de informações.

Outra opção, muitas vezes mais rápida, é usar os grupos do Facebook. Existem tanto aqueles que falam de viagens no geral, quanto para lugares específicos. Eles são uma ótima fonte de conhecimento e, na maioria das vezes, já vão ter posts falando sobre os melhores lugares para se hospedar.

Fique de olho pois muitas vezes são indicados hotéis específicos. Faça uma lista com as sugestões para usar de referência quando estiver buscando em sites de hospedagem.

Pela minha experiência, perguntar em grupos e fóruns funciona melhor quando você já fez uma pesquisa prévia. Assim você pode fazer uma pergunta mais direcionada (“O bairro X é seguro?”) em vez de uma dúvida geral (“Onde eu me hospedo?”).

Google Street View

No Google Street View, é como se uma rua se abrisse no seu computador e você estivesse caminhando nela. É possível ver prédios, casas, restaurantes, lojas e como é a vizinhança de modo geral.

Se você ainda estiver em dúvida de onde ficar, dê uma olhada nas regiões e imagine se você se sentirá à vontade (ou menos nervoso rs).

Como saber se a localização de um hotel é confiável? Que tal olhar a região no Google Street View? Essa e outras dicas para não se hospedar em um lugar perigoso no post!

Ao redores do nosso hotel em San Francisco. Print Screen do Google Street View.

Procurando por hotéis

Com base nas informações da sua pesquisa, você já sabe se a localização de um hotel é confiável e segura.

Eu gosto de usar o Booking.com para encontrar meu hotel, especialmente se eu já sei onde gostaria de me hospedar. No site, é possível filtrar os resultados de cada cidade por bairro, evitando que você escolha um hotel em uma região que não te agrada.

Se você encontrou uma propriedade que satisfaça todos os seus critérios e que esteja dentro do orçamento, basta reservar.

Infelizmente, existe a possibilidade de que as acomodações nos melhores pontos estejam fora do seu orçamento. Nesse caso, faça uma listinha dos lugares “menos piores” e os inclua na sua busca.

Leia também: GUIA: Como usar o Booking e conseguir os melhores preços!

Nota de localização

Se você tem dúvidas sobre o local, veja a nota de localização. Eu já contei em um email para a lista de emails do blog, mas o Booking convida todos os hóspedes a avaliar a propriedade depois de sua estadia.

Nessa avaliação é possível dar notas diferentes para diversos critérios, inclusive localização.

E, de acordo com as minhas experiências, essa nota realmente reflete a realidade.

Aqui estão dois exemplos, com hotéis que eu já me hospedei:

O primeiro é o Crowne Plaza Times Square, em Nova York.

É um hotel confortável, mas com certeza já fiquei em melhores. Seu grande atrativo é o endereço, já que ele fica na melhor área da Times Square.

A nota total no Booking não é excepcional (apenas 8,2), mas a localização ganhou um 9,4 dos hóspedes, e a maioria das resenhas em português menciona o quanto a área ao redor é incrível.

Já o Cova Hotel, nosso escolhido na história de San Francisco, tem uma nota de 7,5, mas apenas 5,9 de localização.

Na dúvida se a localização do hotel é confiável? Então veja a nota de localização da propriedade no Booking.com! Veja outros truques para não se hospedar em bairros perigosos no post!

Em cima, a nota de localização do Crowne Plaza em Nova York. Em baixo, a nota do Cove Hotel em San Francisco. No geral, os hotéis tem quase a mesma nota, o que muda é o valor atribuído para a localização de cada um.

Apesar dessa pontuação não se referir apenas a segurança, ela pode servir como um guia na hora de escolher sua hospedagem.

Leia as reviews

Por último, queria bater novamente nessa tecla: leia as reviews que os outros hóspedes deixaram sobre a propriedade.

Se eles se sentiram inseguros ou se ocorreu algum incidente, com certeza estará escrito nas avaliações. Da mesma forma, se a região for incrível, eles vão salientar como um dos pontos altos do hotel.

No Booking.com (eu sei, eu seeeei… De novo o Booking? Mas é que realmente é meu site favorito e onde eu faço a maioria das minhas reservas) você pode filtrar as avaliações para ler apenas aquelas que citam a localização ou somente as que estão escritas em português.

Além disso, o TripAdvisor e o Trivago também contam com avaliações dos clientes, e eu recomendo ler o que está escrito nos três sites antes de tomar uma decisão. É sempre melhor estar informado do que ser surpreendido.

O que você precisa saber:

Essas são as práticas que eu uso para saber se a localização de um hotel é confiável. Não é nenhum truque maluco, apenas muita pesquisa.

Se você for fazer o mesmo, lembre de:

  • Pesquisar os bairros do destino em sites, blogs, fóruns e grupos do Facebook;
  • Olhar o Google Street View para se familiarizar com o local;
  • Usar os filtros de região no Booking.com;
  • Olhar a nota de localização do hotel;
  • Ler as avaliações de outros hóspedes.

E lembrando que, mesmo que você se hospede em uma região ruim, não é o fim do mundo, a sua viagem pode ser incrível e você só precisa tomar mais cuidado. Sempre pergunte ao pessoal do hotel sobre os arredores antes de sair para explorar a pé.

E você, já fez uma reserva para uma área ruim sem saber? Como foi a experiência? Me conte nos comentários e, se esse post te ajudou, compartilhe com os amigos :)

Gostou desse post e tá programando a sua viagem?

Então que tal ajudar o blog? É só fazer as suas reservas através dos nossos links! Você não paga nada a mais por isso e a gente ganha uma pequena comissão pela indicação! Olha quantos serviços legais você pode encontrar por aqui:

Compare os preços das passagens no Voopter ou veja as ofertas do Decolar.com.

Reserve o seu hotel através do Booking, com garantia de melhor preço. Ou use o Hoteis.com, onde você acumula pontos e pode trocar por diárias grátis.

Compre o seu seguro viagem no World Nomads e tenha cobertura para mais de 150 atividades de aventura.

Compare o preço entre as melhores locadoras de carro e pague em reais em até 12x sem juros na Rentcars.com.

Você também pode gostar

2 Comentários

  • Responder Francy Pimentel Gomes Guttierrez 18 de agosto de 2017 as 3:03 pm

    Excelentes dicas…… vamos começar a pesquisar sobre bairros onde se situam os hotéis onde
    Poderemos ficar….

    • Responder Alyssa Prado 22 de agosto de 2017 as 11:17 am

      Oi, Francy! Pesquisa sobre os bairros sim, que faz muita diferença! Beijos :)

    Deixe uma resposta