Dicas

Como montar um roteiro de viagem – Dicas e aplicativos

11 de setembro de 2017

Descubra nesse post como montar um roteiro de viagem

Montar um roteiro de viagem é como montar um quebra-cabeças.

A diferença é que, no lugar das peças, são as atividades que precisam ser encaixadas da melhor forma possível.

Essa comparação costumava me deixar apreensiva, porque eu não sou a melhor pessoa para resolver quebra-cabeças. De fato, quando ganhei o meu primeiro, precisei tentar várias vezes, e olha que ele só tinha quatro peças!

Felizmente, com a prática e ajuda da minha mãe, descobri que existem alguns truques para resolver o jogo de maneira mais eficiente: começar pelas bordas, juntar partes com cores parecidas, etc.

E o mesmo acontece com roteiros! No começo, parece complicado ou até impossível montar um. Depois de algumas tentativas, no entanto, você aprende macetes que tornam essa parte do planejamento da viagem simples e até divertida.

Nesse post, eu vou te ensinar como montar um roteiro de viagem, com todas as dicas que eu aprendi ao longo dos anos.

Como montar um roteiro de viagem

Comece pela pesquisa

É difícil montar um quebra-cabeças sem as peças. Da mesma forma, é difícil montar um roteiro de viagem sem saber o que você quer fazer.

Eu gosto de pesquisar nos seguintes lugares:

TripAdvisor

É um site colaborativo, onde viajantes do mundo inteiro escrevem opiniões sobre tours, restaurantes e outras atrações. Caso você não conheça nada sobre o destino, pode ver os lugares mais visitados e descobrir quais as melhores empresas para fazer cada passeios.

Eu li todas as reviews sobre o Elephant Nature Park, na Tailândia, antes de agendar a minha visita. Com diversos relatos falando sobre a ética do local, eu me senti segura para escolher esse parque.

Blogs de Viagem

Ok, essa escolha é um pouquinho tendenciosa… A verdade é que eu adoro ler a opinião de outras pessoas e sobre como elas se sentiram em determinado local. Também acho interessante que, por permitir textos detalhados e pessoais, os blogs conseguem fornecer informações específicas como “Fiquei três horas e não foi o suficiente” ou “Muito longe e não valeu a pena o passeio”.

Também adoro quando o blog é dedicado a apenas um destino e é escrito por algum brasileiro morando lá. É como ter a visão de um turista e local ao mesmo tempo.

Guias de Viagem

Parece um pouco ultrapassado, mas os guias mais populares costumam ser atualizados todos os anos com informações fresquinhas. Escritos por viajantes experientes, muitas das dicas nesses livros coincidem com as sugestões dos moradores locais.

É um ótimo recurso para quem vai visitar um lugar pela primeira vez pois eles indicam os principais pontos turísticos, os quais alguns blogueiros podem considerar “muito batidos”.

Perguntar para conhecidos

Se você tem família ou amigos que adoram viajar, grandes são as chances que algum conhecido já tenha visitado aquela cidade. Peça sugestões e pergunte sobre as atrações que você ficou com vontade de conhecer quando olhou o TripAdvisor ou blogs.

Eu também gosto de aproveitar para descobrir o que eles não fariam novamente, para caso eu precise cortar algo do roteiro.

Grupos do Facebook e Fóruns

Não conhece alguém que já foi para seu destino? Não tem problema, existem comunidades online enormes, cheias de informações. Grupos do Facebook como “Brasileiros na Tailandia”, “Brasileiros em Los Angeles” ou até os mais abrangentes como o “Mochileiros” podem ser bons pontos de partida. Antes de fazer uma pergunta, utilize a ferramenta de busca para ver se ela já não foi respondida.

Outro recurso muito legal é o dubbi, fórum totalmente brasileiro recheado de dicas.

Você também pode gostar: O que é preciso saber para se preparar para uma viagem internacional

Descubra nesse post dicas para montar um roteiro de viagem pela primeira vez!

Já sei o que quero fazer… e agora?

Agora você precisa decidir quando fazer cada programa, realmente montar um roteiro de viagem!

Não existe uma única maneira de escolher quais atividades vão ser feitas a cada dia, isso vai depender do seu estilo, orçamento e tempo disponível.

Algumas dicas que podem ajudar de maneira geral:

  • Faça os passeios que ficam na mesma região em um mesmo dia, para não perder tempo ou gastar com transporte.
  • Atrações mais populares ficam mais cheias nos finais de semana, por isso tente visitá-las em outras datas.
  • Alguns centros culturais, como museus, têm entrada grátis em um determinado dia. É uma boa ideia para quem quer economizar, mas esse também costuma ser um dos dias mais cheios.
  • Não planeje passeios extensos para o dia da chegada. Você vai estar cansado e querendo descansar. Se fizer questão de sair, escolha uma atividade light e próxima ao hotel.

Quanto tempo deixar para cada passeio?

Depende. Visitar um parque da Disney, por exemplo, é um passeio para o dia inteiro. Fazer compras em um outlet pode levar apenas uma manhã, e conhecer a Orlando Eye é um programa que leva pouco mais de uma hora.

Em sites como TripAdvisor ou blogs, é normal que os viajantes especifiquem o tempo que durou o passeio. Use como base essas informações e, se for um lugar que você quer muito conhecer, reserve um tempo um pouco maior.

Quantos passeios fazer em um dia?

De novo, depende.

Considere a duração de cada passeio e veja quantos podem ser feitos em um único dia. Não esqueça de incluir o tempo de deslocamento de uma atração para a outra nessa conta! Para descobrir essa informação, use o Google Maps e selecione se vai fazer a rota a pé, de bicicleta, transporte público ou carro.

Pessoalmente eu gosto de deixar meu roteiro com alguns espaços livres. Às vezes um passeio dura mais que o esperado, ou eu quero voltar para o hotel e descansar um pouco.

Você também pode gostar: Usando o Google Maps em viagens para montar roteiros e não se perder

O que você precisa saber sobre cada lugar

  • Horário de funcionamento: Não faça como eu, que fui ao Griffith Park no único dia que ele não abre. Confira os dias e horários de funcionamento de cada local, e coloque-o no roteiro de acordo com essas informações. Fique atento para feriados locais!!
  • Reservas / Ingressos antecipados: Muitos pontos turísticos vendem ingresso online, as vezes até mais barato que na bilheteria. Se tiver possibilidade, compre antecipado, evite filas e economize tempo e dinheiro. Também sugiro fazer reservas para os restaurantes mais badalados.
  • Vestimenta: Devido a cultura, existem lugares que não aceitam que mulheres entrem usando shorts, saias, ombros de fora ou até com os cabelos expostos. Pesquise para ter certeza de que estará vestida de forma adequada, e que aquela roupa se encaixa com o resto da sua programação do dia.
  • Como chegar: Aprenda como chegar ao local de uma ou mais maneiras. Pode ser que não exista transporte público para tal lugar no domingo, ou que só seja possível chegar de barco e esse percurso demore meio dia. Descubra tudo isso antes de montar o roteiro, para evitar surpresas desagradáveis.

Preciso seguir o roteiro à risca?

Não! O roteiro é apenas um guia, uma ideia geral do que você gostaria de fazer naquele destino.

Se chegar na hora e você estiver sem vontade, pode trocar pela programação de outro dia (desde que as atrações estejam funcionando), ou até tirar explorar os arredores sem muitos planos. Uma das partes mais legais de viajar é descobrir lugares inesperados!

Em algumas viagens, eu até programo não ter nada para fazer, para tirar um tempo para descansar ou só inventar uma atividade de acordo com o meu humor.

Planejei errado / Não deu tempo de fazer tudo!

Repita comigo: erros acontecem e não tem problema.

A verdade é que, mesmo criando um roteiro super detalhado e pesquisando tuuudo, você provavelmente vai cometer algum deslize e sair da programação.

Não fique frustrado, entenda que todo mundo passa por isso em viagens e, se preciso, ajuste os planos. Dificilmente você vai ter tempo para fazer tudo que gostaria, e isso serve de incentivo para planejar uma segunda visita ao seu destino rs.


Tá gostando desse post? Então aproveita para curtir a página do blog no Facebook!

 


Ferramentas para montar um roteiro de viagem

Existem vários programas que podem te ajudar a fazer o planejamento do dia a dia. Se você gosta de algo mais escrito, o Word ou Google Docs são ótimas opções. Para quem está familiarizado com planilhas, existem vários modelos online para montar roteiros no Excel ou Google Spreadsheets.

Eu gosto de escrever os detalhes da viagem em um arquivo no Google Docs, mas também uso dois aplicativos excepcionais, criados justamente para ajudar na parte de planejamento:

Sygic Travel

De longe, a melhor opção que encontrei na internet. Você informa seu destino, e a mágica acontece: ele te entrega roteiros prontos, com o melhor do turismo na cidade.

Se essa não for sua praia, você pode informar onde vai se hospedar e montar sua própria programação, dia após dia. Desde o primeiro passeio, ele mostra em um mapa interativo a distância do seu hotel até a primeira atração, da primeira para a segunda, e assim por diante. Além da rota, ele também informa quanto tempo em média você vai gastar em cada lugar, e calcula até quantos km você vai andar antes de encerrar as atividades.

Vou fazer um post completo sobre o Sygic porque ele é espetacular e tem muitas funções, mas já fica minha recomendação. É um ótimo guia, especialmente se for uma das primeiras vezes que você vai montar um roteiro, e funciona no computador além de existir um app grátis.

O Sygic Travel é um ótimo aplicativo para quem quer aprender a montar roteiro de viagem! Confira mais dicas nesse post!

Sygic Travel sendo usado para montar um roteiro por Nova York.

Google Trips

Com o Google Trips você consegue reunir todos os detalhes da viagem em um só lugar: reservas de hotéis, bilhetes aéreos, atividades, etc. Também é possível salvar lugares favoritos para uma próxima visita e obter informações de transporte e compras dentro do aplicativo.

Não é melhor que o Sygic pois faltam recursos na hora de montar roteiros, além de eu ter achado difícil de usar nas primeiras tentativas. Demorei para me entender com o app e não existe versão para computador.

Dica: Se você for levar o roteiro no celular para conferir durante o dia, considere comprar um carregador portátil.

Resumindo:

  • Pesquise quais atividades quer fazer em sites como TripAdvisor, blogs, guias de turismo e fóruns;
  • Tente agrupar passeios em uma mesma região para fazer em um mesmo dia;
  • Fique atento ao horário de funcionamento das atrações e restaurantes, se possível compre ingresso antecipado ou faça reservas;
  • Não se prenda ao roteiro, ele é apenas um guia. Se não tiver vontade de segui-lo, faça outro programa.
  • Use aplicativos como Sygic Travel ou Google Trips para programar o seu dia a dia.

E aí estão, todas as minhas dicas para montar um roteiro de viagem!

Apesar de ser parecido com montar um quebra-cabeças, o resultado final é bem melhor que a figura da caixa. É a viagem dos seus sonhos!

Conhece alguma outra truque que não está no post? Ficou com dúvidas? Deixe um comentário! :)

Gostou desse post e tá programando a sua viagem?

Então que tal ajudar o blog? É só fazer as suas reservas através dos nossos links! Você não paga nada a mais por isso e a gente ganha uma pequena comissão pela indicação! Olha quantos serviços legais você pode encontrar por aqui:

Compare os preços das passagens no Voopter ou veja as ofertas do Decolar.com.

Reserve o seu hotel através do Booking, com garantia de melhor preço. Ou use o Hoteis.com, onde você acumula pontos e pode trocar por diárias grátis.

Compre o seu seguro viagem no World Nomads e tenha cobertura para mais de 150 atividades de aventura.

Compare o preço entre as melhores locadoras de carro e pague em reais em até 12x sem juros na Rentcars.com.

Você também pode gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta